Pecuária

Frango Vivo: Exportações apontam queda de 10,6% na média diária comparado a julho deste ano

Publicado em 17/08/2015

Nesta segunda-feira (17), os preços para o frango vivo tiveram estabilidade nas principais praças de comercialização. Em Toledo (PR), após queda de  4,35% na semana passada, o preço do vivo registrou um ajuste de 4,55%, saindo de R$ 2,20 para R$ 2,30.

Segundo dados da SPA – Secretaria de Política Agrícola, apenas os bovinos, suínos e frangos, tendem a apresentar – em 2015, variação positiva em relação ao VBP – Valor Bruto da Produção, registrado em 2000.

“Neste caso, o ganho do frango em 15 anos não chega a ser dos mais expressivos, pois limitado a 1,8 ponto percentual – índice de incremento de 5,7%. E quem mais cedeu espaço para o frango foram os bovinos, pois sua participação recuou 1,5 ponto percentual, enquanto a perda dos suínos ficou em apenas 0,3 ponto percentual.”
Da mesma forma, a menor representatividade do frango no VBP, está ligada ao maior valor do boi. No entanto, é influenciada também por uma menor valorização do vivo em relação ao boi. Levando em conta os preços recebidos pelos produtores, em 2000 o preço da arroba convertido em quilos, alcançava valor 2,96 superior ao da mesma quantidade de ave viva. Pelos valores atuais da arroba do boi que gira em tono de R$ 145,00 e o quilo do frango a R$ 2,70, chega – se a conclusão de que o boi está valendo 3,58 vezes mais que o frango. 
Exportações
A Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulgou os números dos embarques de carne de frango in natura referentes até a segunda semana de agosto, num total de 10 dias úteis. Em volume, o acumulado aponta para 266,3 mil toneladas, com média diária de 26,6 mil toneladas. Os números representam queda de – 10,6% em relação a julho deste ano e –3,7% em comparação com agosto de 2014.
Já em receita, o desempenho segue positivo. Em julho deste ano, o acumulado ficou em US$ 685,8 milhões, e se comprado com agosto de 2014, onde o total acumulado era de US$ 580,7 milhões, o aumento foi de 18,1%.

Por: Nandra Bites
Fonte: Notícias Agrícolas