variedades

Masdeválias

As Masdeválias

masdevallia

Suas flores são pequenas, em média têm 4 cm e não são perfumadas, mas conquistam com seu formato de cálice, efeito proporcionado por três sépalas triangulares com uma “cauda” longa. Suas cores vibrantes são um convite à contemplação apesar da fama de serem difíceis de cuidar, conquistam cada vez mais fãs.

Outra curiosidade desta bela espécie são suas pétalas e labelo que são pequenos e ficam escondidos dentro da flor.
Embora seja considerada de difícil cultivo, este detalhe surgiu pelo fato das pessoas desconhecerem que ela só precisa de cuidados diferentes ao da Phalaenopsis e Cattleyas, nada além disso.

O que chama a atenção é que ela não apresenta pseudobulbo, como a maioria das orquídeas, mas folhas com caule fino que saem direto do sistema radicular, estrutura chamada de ramicaule.

Em seu habitat natural, as madeválias podem ser encontradas tanto nas árvores e vãos de pedras, como também no solo, isso por que elas se alimentam apenas de substâncias liberadas pelos musgos que vivem nesses locais.

Para cultivar esta maravilha em casa, é preciso plantá-las em substrato preparado com partes iguais de pedras de construção (brita nº 1) e musgo ou sfagno e em vãos de plástico para que retenha melhor a umidade.

Ela exige pouca água, porém com regas diárias e com adubações esporádicas, ou seja, uma adubação a cada três meses. Use 1 colher de café de NPK 20-20-20 para cada 5 litros de água.
Para um melhor aproveitamento da planta é necessário ainda replantá-la de duas a três vezes por ano, isso vai evitar do substrato apodrecer e soltar substâncias que deixam as folhas com pontas amareladas e com pontinhos pretos.

As Madeválisa apreciam clima entre 12 3 13ºC, mas suportam até 25ºC, desde que estejam em local bem ventilado e sob meia-sombra, isso se deve ao fato de serem originárias das regiões montanhosas do Norte da Costa Rica, Panamá, Cordilheira dos Andes e algumas partes da Mata Atlântica Brasileira.

O gênero MasdevaLLia foi uma homenagem a José Masdeval, botânico e médico do Rei Carlos III, da Espanha. São cerca de 500 espécies de Masdevallias já registradas, embora este número seja bem maior por causa dos inúmeros híbridos desta planta.

Nomes científicos: Masdevallia “Gremlin”, Masdevallia “Elven Gen”, Masdevallia “Angel Tang”.
Características: Orquídeas desenvolvidas por cruzamentos, compostas por ramicaules eretos, com hastes florais que saem de suas bases.
Regas: Diárias, com pouca água.
Adubações: Trimestrais, com uma colher de café de NPK 20-20-20, diluído em 5 litros de água.

Para estimular a brotação, não retire as hastes que estiverem verdes, por que elas voltam a florir, só corte quando estiverem secas.
Elas podem florir mais de uma vez por ano, entre Junho e Dezembro.

Fonte: http://www.plantasonya.com.br/category/orquideas-e-bromelias