Manejo

Fenasucro 2013: Rossato abordará pragas da cana

14/08/13
Interessados em participar do Seminário Agroindustrial da STAB podem fazer sua inscrição através do site da STAB Nacional: http://www.stab.org.br/. Voltado aos profissionais que atuam na área sucroenergética, o seminário abordará assuntos importantes para o desenvolvimento do setor na área agrícola e industrial. O seminário acontece nos dias 28 e 29 de agosto, das 8h às 13h, no auditório do Centro Empresarial Zanini. Realizado pela STAB e pelo GEGIS, o seminário tem o apoio do CEISE Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroalcooleiro e Biocombustíveis), da Canaoeste (Associação dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo), da Copercana, do SICOOB COCRED (Cooperativa de Crédito dos Produtores Rurais e Empresários do Interior Paulista), da UDOP (União dos Produtores de Bioenergia) e da UNICA (União da Indústria da Cana-de-Açúcar).

Os prejuízos agroindustriais da Broca-da-Cana e Cigarrinha-das-Raízes serão um dos assuntos abordados na ocasião. Segundo o palestrante José Antonio Rossato, agrônomo e docente da Faculdade Dr.Francisco Maeda (FAFRAM) – Ituperava, estas são pragas-chave na cultura da cana-de-açúcar. “Apesar de bem conhecidas, ambas as pragas têm promovido impactos negativos na lavoura, e consequentemente, ocasionado perdas na indústria”, explica Rossato, completando “A fim de elucidar tais perdas quali-quantitativas agro-industriais, serão apresentados dados recentes de pesquisas envolvendo áreas de cana-de-açúcar infestadas por broca e cigarrinha”.

Outro tema em destaque será a Levedura Personalizada, o Futuro da Fermentação abordado pelo presidente e fundador da Fermentec, Henrique Vianna de Amorim. “Praticamente todas as leveduras Sacharomyces cervisiae produzem etanol em anaerobiose e em meio contendo açúcar. Entretanto, nas fermentações industriais, a eficiência da fermentação, a permanência da levedura no processo e o gasto com insumos são todos parâmetros que refletem diretamente no lucro da empresa”, diz Amorim. Segundo ele, em sua apresentação serão abordados as vantagens da seleção de leveduras que permanecem durante toda a safra, não permitindo que leveduras contaminantes tomem conta do processo e ao mesmo tempo reduzindo a contaminação bacteriana. Também será apresentado o impacto no custo, bem como nove estudos de caso.

A coordenação geral do seminário é de José Paulo Stupiello, presidente da STAB Nacional, que também é responsável pela área industrial e pela área agrícola, responde Oswaldo Alonso, consultor Técnico da CANAOESTE e da STAB e Raffaella Rossetto, pesquisadora do APTA – Instituto Agronômico de Campinas e consultora da STAB.

Programação:

Área Agrícola – 28 de agosto de 2013
08h30 às 9h Inscrições e abertura
09h às 9h30 Indicadores Agroindústriais da Broca-da-Cana e Cigarrinha-das-Raízes – José Antonio Rossato – FAFRAM – Ituperava
10h30 às 11h Café
11h às 12h – Práticas de Controle de Sphenophorus, um Case de Sucesso – Luiz Carlos Dalben – Agrícola Rio Claro – Produtor de Cana/Parceiro Zilor;
12yh às 13h – Incidência e Impactos da Ferrugem alaranjada nas Unidades Raízen – Rodrigo Rodrigues Vinchi – Corporativo Agrícola – P&D/Planejamento – Raízen

Área Industrial – 29 de agosto de 2013
8h30 às 9h – Inscrições e abertura
9h às 9h30 – Indicadores Industriais Safra 2013/1014 – Eliana Canevarolo – GEGIS
9h30 ás 10h30 – Levedura Personalizada, o Futuro da Fermentação – Henrique Vianna de Amorim – Fermentec
10h30 às 11h – Café
11h às 12h – Matéria-Prima: Influência sobre a Levedura – Silvio Roberto Andrietta – Biocontal

Serviço:
Seminário Agroindustrial STAB
Data: 28 e 29 de agosto, das 8h às 13h
Local: Auditório CANAOESTE
Endereço: Rua Dr. Pio Dufles, 532 – Sertãozinho (SP)
Inscrições gratuitas e limitadas: http://www.stab.org.br/.
Outras informações: (19) 3433-3311 ou stab@stab.org.br

Fonte: Agrolink