Desperdício de Produção

Feira Show Tec da Cooxupé Supera Expectativas

Atualizado em 21/02/2011

Com o tema Agricultura de Precisão, a quarta edição do SHOW TEC, Show de Tecnologia em Agronegócios, recebeu cerca de 12 mil pessoas nos três dias de feira, 16, 17 e 18 de fevereiro.

Cooperados puderam conferir as mais novas tecnologias em insumos e maquinários para grãos e café. O emprego de tecnologias de forma precisa, para evitar desperdícios, foi bastante detalhado em palestras e demonstrações nos estandes da Cooxupé. “A nossa preocupação é trazer para o cooperado informações que possam ajudá-lo na produção e gestão de sua propriedade. A agricultura de precisão é útil por gerar economia e maior produtividade”, avalia o superintendente de Desenvolvimento do Cooperado da Cooxupé, José Eduardo Santos Júnior. Segundo ele, é necessário que o produtor avalie sua área em partes ou talhões para que sejam aplicados fertilizantes e defensivos somente na quantidade que a lavoura necessita.

Os estandes com maquinários para café, como secadores, lavadores e despolpadores foram muito procurados pelos cooperados. “É hora de o produtor buscar melhorias nas instalações da sua propriedade para produzir um café de qualidade”, afirma Carlos Alberto Paulino da Costa, presidente da Cooxupé. O preço da saca de café valendo R$ 500,00 para troca favoreceu as negociações. Carlos Paulino lembrou, no entanto, que o produtor precisa ter cautela: “A volatilidade do mercado de café é grande, não sabemos até quando os preços bons podem continuar, por isso é preciso cautela nos gastos .” A orientação do presidente é que os cooperados não aumentem a produção de café, mas melhorem a qualidade. “O mercado está cada vez mais criterioso, exige e valoriza o café de qualidade”.

Edivaldo Luiz de Souza, cooperado em Nova Resende, veio ao SHOW TEC com a família e aproveitou para comprar uma carreta e um medidor de umidade. “Café a esse preço eu nunca vi, mas nem por isso deixei de avaliar a necessidade das minhas compras”.

Olímpio João da Silva, proprietário dos sítios Cachoeirinha, São Bento e Caeté em Nova Resende, comprou uma derriçadeira e um secador. “Os preços estão bons para troca em café”.

Os estandes foram montados em uma área de 9000 m², sendo 68 comerciais e 16 institucionais (Embrapa, Epamig, Sesmt-Cooxupé, Banco do Brasil, Agrocredi e outros). Alguns estandes contavam com áreas para demonstrações.

Nos três dias de feira, o SHOW TEC recebeu um público superior a 12 mil pessoas, 6.300 carros, 51 ônibus das cidades de Monte Santo de Minas, Cabo Verde, Nova Resende, São Pedro da União, Alfenas, Carmo do Rio Claro, Alpinópolis e Campestre (no Sul de Minas), Caconde e São José do Rio Pardo (Nordeste de São Paulo) e Monte Carmelo, Rio Paranaíba, Coromandel e Serra do Salitre (no Cerrado e Alto Paranaíba). Os negócios superaram R$ 20 milhões.

A feira é realizada pela Cooxupé e esta é a quarta edição.

Fonte: Assessoria de Imprensa Cooxupé

http://www.cccmg.com.br/materias.asp?codigo=3978