Pecuária

Falta de chuva prejudicou a capacidade de suporte dos pastos na Bahia

27/01/2016

Os preços dos animais de reposição na Bahia caíram em janeiro deste ano, em relação à média de dezembro de 2015. Todas as categorias de machos anelorados tiveram queda, sendo que a desvalorização média no período foi de 0,3%.

Este movimento se deu devido à falta de chuvas nos últimos meses no estado, fazendo com que ficasse prejudicada a capacidade de suporte dos pastos. Assim, muitos pecuaristas ficaram desmotivados a repor os animais, o que tirou a firmeza do mercado.

Em relação ao mesmo período do ano passado, no entanto, os preços dos animais de reposição subiram, em média, 5,7%, considerando as categorias de machos.

O bezerro desmamado (6,0@) foi o que mais subiu no período. A cotação atual está em R$ 1.080,00 por cabeça, 8,0% maior que em janeiro de 2015.

O boi gordo subiu menos em um ano, 1,8%, em média, o que diminuiu o poder de compra do recriador/invernista.

Com o valor da venda de um boi gordo (16,5@) na Bahia, hoje é possível comprar 2,29 bezerros desmamados, 5,8% menos em relação ao mesmo período do ano passado.

Apesar das recentes quedas, a expectativa é de que os preços fiquem mais firmes em curto prazo. A baixa disponibilidade de animais sinaliza que valorizações possam ocorrer daqui para frente. Além disso, a crescente demanda de outros estados pode colaborar com valorizações.

Fonte: Scot Consultoria
Autor: Maisa Modolo Vicentin