Suinos

Exportadores de aves e suínos investem em publicidade voltadas ao consumidor final japonês

Publicado em 01/12/2016

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) deu início hoje a uma campanha publicitária especialmente voltada para o consumidor final japonês.

Utilizando como alicerce os diferenciais do produto brasileiro já amplamente reconhecidos no mercado do Japão – como a qualidade, o status sanitário e o perfil sustentável da produção – a ação tem como objetivo ampliar a percepção do consumidor final japonês sobre os produtos com a procedência Brazilian Chicken e Brazilian Pork – marcas dos projetos setoriais mantidos pela ABPA e pela Apex-Brasil. Os anúncios levarão as mensagens: “Brazilian Chicken: levando qualidade para as famílias japonesas desde 1980” e “Brazilian Pork: qualidade e sustentabilidade na sua mesa e em mais de 70 países”.

Uma agência especializada no mercado japonês foi contratada para a ação de mídia off-line direto ao consumidor final, que contemplará 314 telas digitais de taxis, 32 telas digitais do Narita Express (trem que faz o transporte de passageiros da área urbana de Tóquio para o Aeroporto Internacional de Narita), 128 telas digitais no trem-bala que conecta o aeroporto ao centro da capital japonesa, além de telas instaladas nos aeroportos Narita e Haneda.

 “Os pontos escolhidos são áreas de grande circulação de pessoas com os mais variados perfis de consumo, com ampla visibilidade.  Temos um laço de décadas com este mercado na carne de frango, um trunfo que queremos ampliar para os embarques de carne suína.  Nossa expectativa é que a capilaridade das mídias escolhidas ajude a fortalecer ainda mais nossa imagem neste que é um dos mais exigentes mercados do mundo”, destaca Ricardo Santin, vice-presidente de mercados da ABPA.

Segundo o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, a estratégia publicitária tem como propósito alavancar as vendas de carne suína e fortalecer os laços dos exportadores de carne de frango com o mercado. “O Brasil é responsável por 77% de toda a carne de frango in natura importada pelo Japão.  Já estamos na mesa do consumidor japonês, e é isto que esta ação quer informar, valorizando a marca setorial de aves e, com isto, influenciando também os negócios com carne suína made in Brazil”, informa Turra.

O Japão é hoje o terceiro maior importador de carne de frango do Brasil, com mais de 340 mil toneladas exportadas nos 10 primeiros meses deste ano – o equivalente a 9,4% de tudo o que o país embarcou no período.

Fonte: ABPA