Notícias

Exportações de cooperativas 4,22% crescem no primeiro semestre

Publicado em 22/07/2015

Segundo dados do Ministério da Indústria e Comércio Exterior (MDIC), de janeiro a junho deste ano, as exportações feitas por cooperativas cresceram 4,22% na comparação com o mesmo período do ano anterior, totalizando um montante de US$ 2,79 bilhões. Em 2014, o total exportado foi US$ 2,68 bilhões.

Ao compararmos os valores das operações de exportação da última década, o resultado é ainda mais significativo: as exportações feitas por cooperativas cresceram em torno de 2,7 vezes entre os anos de 2005 e 2015, nos meses de janeiro a junho. Há 10 anos, a participação das cooperativas no montante global de exportação era de US$ 1,02 bilhão.

Tendo como sua principal fonte de exportação os produtos agropecuários, as cooperativas representaram 6,4% do total exportado pelo setor no período. Vale ressaltar que esses números são das operações de exportação realizadas diretamente pelas cooperativas.

PARCEIROS COMERCAIS – No primeiro semestre, os produtos das cooperativas foram absorvidos, principalmente, pelos mercados da China, Alemanha, Estados Unidos, Emirados Árabes e Japão. Confira abaixo os principais produtos importados por estes países:

– China – 69% do valor global exportado para a China (US$ 528,7 milhões), correspondem a soja (mesmo triturada), seguido pela carne de frango (congelada, fresca ou refrigerada incluindo miúdos), com 22,9%;

– Alemanha – Os alemães importaram do Brasil US$ 224,2 milhões no primeiro semestre deste ano. Deste total, 47,3% foram farelo de soja e 43,3% café (cru em grão);

– Estados Unidos – O volume de produtos de cooperativas exportado no período para a nação americana correspondeu a US$ 219,1 milhões. Os dois principais itens foram café (cru em grão), com 65%, e o etanol, com 32,3% de participação;

– Emirados Árabes – Foram importados pelos Emirados Árabes US$ 194,7 milhões nos seis primeiros meses deste ano. O açúcar refinado ocupa a primeira colocação na lista de produtos mais adquiridos, com 79% do valor global. A segunda posição do ranking ficou com a carne de frango (congelada, fresca ou refrigerada incluindo miúdos), com 19,2%;

– Japão – O principal produto importado do Brasil pelos japoneses foi a carne de frango (congelada, fresca ou refrigerada incluindo miúdos), 52,1% do total de US$ 130 milhões foram deste item. Ao passo que o café, segundo produto mais procurado pelo Japão, foi o responsável por 41,4%.

Na lista de parceiros comerciais também aparecem: Arábia Saudita, Países Baixos, Hong Kong, Índia, Indonésia, Malásia, Reino Unido, Coreia do Sul, Vietnã, África do Sul, dentre outros.

ESTADOS EM DESTAQUE – As unidades da federação que mais se destacaram nos seis primeiros meses deste ano são o Paraná, com 33,6% das operações de exportação, respondendo pelo montante de US$ 940,8 milhões e São Paulo, exportando US$ 596,9 milhões, equivalente a 21,3% do percentual total. Confira outros destaques:

Fonte: OCB