Pecuária

Exportações brasileiras de carnes terão crescimento acima da média mundial até 2025, segundo Deagro/Fiesp

Publicado em 04/01/2016

Mesmo com um crescimento projetado aquém do registrado na última década, o agronegócio brasileiro seguirá com desempenho superior ao restante do mundo em relação às exportações e deve aumentar sua participação no mercado global em diversas culturas nos próximos dez anos.

A avaliação é da equipe do Departamento de Agronegócio da Fiesp (Deagro), responsável pela elaboração do Outlook 2025, que reúne diagnósticos e projeções para o setor na próxima década. A notícia foi divulgada no mês passado no site da Fiesp. Segundo a nova edição do Outlook, as exportações brasileiras de carne de frango seguirão crescendo a taxas significativas até 2025.

O Deagro estima que as vendas externas do produto devem ter um aumento anual de 3,2%, alcançando 41% de participação no mercado mundial, contra os atuais 39%. Embora o crescimento seja expressivo e se dê acima da média mundial para o período, ele será, como na maioria das commodities avaliadas, inferior à expansão verificada na década anterior (5,2% ao ano).

Exceção feita à carne suína, cuja expectativa é de um crescimento mais robusto das exportações na próxima década do que o verificado no passado.

Leia a notícia na íntegra no site CarneTec

Fonte: CarneTec