Laranja

Excesso de laranja na indústria causa prejuízo a produtores de MG

Publicado em 11/11/2011 09:12

Os pés estão carregados, mas a terra também fica coberta de frutos.

O desperdício na lavoura é estimado em 65 mil caixas, situação que reflete em uma indústria saturada. “Antecipou a safra do final do ano, então há excesso de laranja. O desperdício ocorre mais pela velocidade da indústria”, explica o agrônomo Arthur Castro.

Há 10 anos, os produtores não colhiam tanta laranja em Minas Gerais. A expectativa é terminar 2011 com 830 mil toneladas, mas tamanha produção não representa aumento de lucratividade.

“A safra de 2010 girou em torno de R$ 15 o preço da caixa. Este ano, o preço está em torno de R$ 10,50 colocada na indústria”, calcula o agricultor Armando Martensen.

Outro problema enfrentado no campo é decorrente da seca prolongada no Triângulo Mineiro, onde estão quatro das cinco cidades maiores produtoras do estado. As laranjas ficaram cristalizadas e foram direto para indústria, reduzindo os lucros em até 50%.

Confira a íntegra da notícia no Globo Rural

Fonte: Globo Rural