Pesca

EUA considera salmão transgênico seguro para alimentação

16/01/13 – 15:09
A Food and Drug Administrtion (FDA), agência reguladora de alimentos e medicamentos dos EUA, declarou, na última semana de 2012, que o salmão geneticamente modificado (GM) para crescer duas vezes mais rápido do que um peixe convencional é seguro para consumo humano e para o meio ambiente. Trata-se do primeiro animal GM do mundo a obter tal avaliação. 

O peixe transgênico recebeu um gene de uma outra espécie salmão. Essa modificação confere ao animal potencial para crescer durante todo o ano, não somente durante duas estações como as espécies não GM. Dessa maneira, pode chegar ao tamanho comercial em aproximadamente 18 meses, ao invés de 30. Em todos os outros aspectos, a exemplo de gosto, o novo peixe é exatamente igual ao comum.

Em seu relatório, a FDA ressalta que a aprovação final ainda não foi dada pelo governo americano. A pesquisa sobre o salmão geneticamente modificado data do fim da década de 1980.Essa tecnologia pode ser uma alternativa para preservar o meio ambiente, já que se poderia produzir mais no mesmo intervalo de tempo. Além disso, o peixe transgênico representa um esforço sustentável para enfrentar o desafio de alimentar uma população mundial em crescimento.

Fonte: FDA, janeiro de 2013