Pesca

Estudantes participam de curso sobre aspectos biológicos da piscicultura

27/02/2017

Estudantes de graduação e pós-graduação que estão trabalhando junto a cadeia produtiva da piscicultura na região de Dourados participaram na quinta-feira, 23 de fevereiro, de curso de capacitação realizado na Embrapa Agropecuária Oeste, no Laboratório de Piscicultura, intitulado “Técnicas de coleta e identificação da comunidade zooplanctônica”.

O curso foi ministrado pelo técnico de laboratório do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, Campus Naviraí, André Kioshi Nakamura. A capacitação pretende contribuir com informações que tragam melhorias para o manejo a ser executado na criação de peixes. “O manejo adequado da piscicultura no início de cada ciclo produtivo estimula o desenvolvimento da comunidade zooplanctônica, podendo contribuir com melhoria da produtividade e redução dos custos da atividade por melhorar as condições gerais da cadeia trófica do ecossistema aquático, que serão benéficas aos peixes”, explica André.

Segundo ele, a comunidade zooplanctônica, em geral, é composta por seres vivos microscópicos. Eles se alimentam de produtores primários, tais como algas, e essa energia então serve de alimento para os peixes.

A técnica da Embrapa Agropecuária Oeste, Debora Bastos de Oliveira, salienta que o zooplâncton é muito importante para a alimentação de peixes especialmente em sua fase inicial de vida. “Por meio desse curso, as estudantes estão tendo acesso a informações que as possibilitarão trabalhar melhor em parceria com os produtores, em relação ao manejo da criação de peixes. Os produtores passarão a ter acesso ao conhecimento sobre esses organismos, que se desenvolvem naturalmente, dependendo do manejo, e contribuem para a alimentação e nutrição dos peixes”, explica Debora.

Fonte: Embrapa