Milho

Estados Unidos vão aumentar produção de milho

22 de Fevereiro – 2011

Os elevados preços das matérias-primas agrícolas nos mercados mundiais estão a levar ao aumento da área semeada de cereais nos Estados Unidos.

As previsões são do Departamento de Agricultura norte-americano que refere que este país vai passar de 99 milhões de hectares semeados em 2010 para 103 milhões em 2011.

Para os próximos anos vão continuar a apostar na produção de etanol à base de milho, com mais de 140 milhões de toneladas destinadas a este fim em 2020. A percentagem de milho direcionada para bioetanol era de 34,8% na campanha de 2009/2010, mas será de 35,9%em 2014/15 e 36%,1% em 2020/21.

O milho forrageiro para alimentação animal também deve sofrer um incremento devido ao aumento da procura de carne.

No caso da soja, os Estados Unidos também preveem um aumento para consumo doméstico e para exportação, devido à pressão para a produção de carne, pelo que os preços se vão manter altos. A China vai continuar a consumir muita soja mas a produção brasileira vai acompanhar esta procura.

Quanto ao trigo, o Departamento de Agricultura norte-americano estima a redução da superfície cultivada, ficando nos 20 milhões de hectares cultivados. Esperam-se ainda aumentos moderados na utilização deste cereal para consumo humano.

Fonte: http://www.vidarural.pt/news.aspx?menuid=8&eid=5654&bl=1&page=3