Máquinas e Implementos Agrícolas

Estações Meteorológicas de Altitude: Radiossonda

07/01/2016

A meteorologia do Brasil teve um grande desenvolvimento após 1921. Novos observatórios foram instalados, com equipamentos mais modernos. A previsão numérica do tempo começou a ser mais estudada e aperfeiçoada. Novos instrumentos de medição começaram a ser desenvolvidos, incluindo as radiossondas. Esta última foi inventada pelo meteorologista soviético Pavel Molchanov, que lançou o primeiro modelo em 30 de janeiro de 1930.

A coleta de dados da atmosfera é imprescindível para os meteorologistas, e podem revelar as condições meteorológicas instantâneas ou as futuras. Para isto, normalmente é utilizada uma estação meteorológica, onde estão reunidos todos os equipamentos necessários. Para a coleta de dados meteorológicos em mares e oceanos, uma estação meteorológica pode estar embarcada num navio ou numa boia meteorológica. Entretanto, as medições meteorológicas de superfície não são suficientes. Na coleta em alta troposfera, faz-se necessário a utilização de radiossondas (balões meteorológicos), radares meteorológicos e estações meteorológicas embarcadas em aeronaves.

As Estações Meteorológicas de Altitude (EMAs) têm por finalidade, através de radiossondagem, coletar dados meteorológicos nos diversos níveis da atmosfera. As radiossondagens são executadas por meio de um balão, lançado na atmosfera, contendo gás hidrogênio (ou hélio), ao qual é presa uma sonda com sensores para medir a temperatura do ar, umidade relativa e pressão atmosférica, bem como de uma antena GPS para registrar o deslocamento da sonda, que permite a medida da direção e velocidade do vento.

A informação meteorológica é vital para a segurança das operações aéreas, contribuindo para o conforto dos passageiros e facilitando o estabelecimento de rotas mais rápidas, econômicas e de voos regulares. Para a meteorologia, seus dados são vitais na inicialização de modelos numéricos de previsão do tempo; previsão local/regional; distribuição do conteúdo em vapor de água; estudos de poluição atmosférica e do clima em altitude; entre outras aplicações.

Segundo o Instituo Nacional de Meteorologia (INMET), a Rede de Estações de Altitude Brasil conta com aproximadamente 40 estações e está distribuída entre o INMET, o Departamento de Controle do Espaço a Aéreo (DECEA) e a Diretoria de Hidrografia e Navegação da Marinha (DHN), que são órgãos operacionais.

O uso da radiossonda também tem aumentado em clubes de voo livre, no paraquedismo e nos esportes que dependam do conhecimento da atmosfera em vários níveis. Assim, é possível adquirir esse equipamento para essas utilidades, como exemplo, a radiossonda da Graw, fornecida pela Squitter. Atualmente é a menor e mais leve do mercado, resultando em uma resposta rápida; com baixo custo operacional e fácil manuseio; seu software é de interface amigável, com visualização em tempo real de gráficos e diagramas; os índices de instabilidade da atmosfera podem ser calculados e visualizados em tempo real.

Com isso, a meteorologia se aproxima cada vez mais da população e informações, como de uma radiossonda, pode estar em suas mãos!

Fonte: Agrolink