Catálogos técnicos e de produtos

Escolha e aplicação de fertilizantes

A escolha do método de aplicação do fertilizante depende de vários fatores, como as características do adubo o tipo e a quantidade a ser aplicada, as características da cultura e do solo.

Escolha e aplicação de fertilizantes
Basicamente o que determina a qualidade do fertilizante é a disponibilidade de nutrientes solúveis na fórmula, a homogeneidade da mistura (tamanho de grânulos e presença de pó) e a correta distribuição no campo. Existem alguns aspectos que devem ser levados em consideração ao escolher o fertilizante que iremos utilizar em nossa lavoura. Dentre eles, destacamos:
  • Critério de qualidade química: o primeiro critério que define a qualidade ou potencial de nutrição de plantas de um determinado fertilizante é o teor de nutrientes solúveis (ponto solúvel) presente nas fórmulas NPK. Tanto isso é verdade, que a maior parte do custo do fertilizante é calculado com base nos teores de nutrientes solúveis presentes na formulação (por ex.: 00-25-25 e 02-25-25).
  • Critério de qualidade física: O segundo critério que define a qualidade do fertilizante é a distribuição granulométrica ou a homogeneidade de tamanho de grânulos na mistura fertilizante. Quanto mais homogênea a distribuição de grânulos, menor é o efeito de segregação de matérias primas e melhor é o resultado da mistura fertilizante.
Dentre os problemas físicos mais comuns, destaca-se a presença de pó ou poeira no fertilizante. Em geral, as melhores misturas de grânulos possuem matérias primas selecionadas e com baixa presença de pó (< 1%).
Critério agronômico: o terceiro critério que define indiretamente a qualidade do fertilizante é a correta recomendação da dose e formulação mais apropriada a cada condição agrícola. A correta regulagem e calibração das semeadoras e/ou distribuidores de adubo de cobertura são fundamentais para o sucesso da adubação.
Após a escolha do fertilizante a ser usado na lavoura, o agricultor deve saber como fazer a aplicação para que obtenha o máximo aproveitamento. Assim para melhorar a eficiência das adubações ele deve considerar o modo de aplicação, o tipo de fertilizante e a necessidade da cultura.

Fonte: http://www.informativorural.com.br/conteudo.php?tit=escolha_e_aplicacao_de_fertilizantes&id=119