Máquinas e Implementos Agrícolas

Equipamentos de Proteção Individual na aplicação de agrotóxicos

Devido à toxicidade presente nos defensivos, é fundamental a proteção da pessoa que estiver executando sua aplicação para evitar prejuízo à saúde dos seres humanos.

Equipamentos de Proteção Individual na aplicação de agrotóxicos

Devido à toxicidade presente nos defensivos, é fundamental a proteção da pessoa que estiver executando sua aplicação, porque assim como causam danos a insetos e outras pragas também podem causar algum prejuízo à saúde dos seres humanos. Nesse sentido, os equipamentos de proteção individual são imprescindíveis no uso de agrotóxicos.

Os EPIs mais comumente utilizados nas aplicações de defensivos são as máscaras protetoras, óculos, luvas impermeáveis, chapéu impermeável de abas largas, botas impermeáveis, macacão com mangas compridas e avental impermeável. Os EPIs a serem utilizados são indicados via receituário agronômico e nos rótulos dos produtos. O seu armazenamentos deve ser em local limpo, seco, seguro e longe de produtos químicos.

Esses equipamentos precisam estar sempre em boas condições, de acordo com a recomendação do fabricante e do produto a ser utilizado. É importante também verificar, no ato da compra, se possui o Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho.

As luvas recomendadas devem ser resistentes aos solventes dos produtos. É importante salientar que os filtros das máscaras e respiradores são específicos para cada tipo de defensivo e têm data de validade.

Tão importante quanto isso é que os trabalhadores sigam corretamente as instruções de uso. As roupas utlizadas na aplicação de defensivos devem ser lavadas separadamente, com uso de luvas.

Fonte: http://www.informativorural.com.br/conteudo.php?tit=equipamentos_de_protecao_individual_na_aplicacao_de_agrotoxicos&id=69