Café

Encontro internacional debate o mercado de café

06/03/2014

Durante toda essa semana, uma delegação brasileira participa da 112ª sessão do Conselho Internacional do Café, promovida pela Organização Internacional do Café (OIC), em Londres, na Inglaterra. A missão, chefiada pelo secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Gerardo Fontelles, terá a participação de integrantes do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC), da Embrapa e de parlamentares, além do diretor do Departamento do Café, da Secretaria de Produção e Agroenergia, Jânio Zeferino da Silva.

Na reunião, se destacam assuntos como a situação do mercado. Paralelamente ao encontro, será realizado o Fórum Consultivo sobre Financiamento do Setor Cafeeiro, órgão criado no âmbito do Acordo Internacional do Café de 2007 e o Seminário para o fornecimento sustentável no mercado de café.

Também durante o evento, será lançada a proposta do país que sediará a 4ª Conferência Mundial do Café, em 2015. No páreo estão a Itália, a Etiópia e a Colômbia.

O Brasil é o maior produtor e exportador e segundo consumidor de café do mundo. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o País tem, atualmente, uma área plantada de 2,3 milhões de hectares. A safra prevista para 2014 é de 48,3 milhões de sacas.

Em 2013, o produto representou 5,3% das exportações brasileiras no agronegócio, que chegaram a aproximadamente 32,01 milhões de sacas de 60 kg, gerando um faturamento de US$ 5,27 bilhões, ocupando a 6ª posição no ranking de exportações do agronegócio brasileiro. Os principais destinos de café verde foram Estados Unidos, Alemanha, Japão e Itália; de café solúvel, Estados Unidos, Rússia, Ucrânia e Japão; e de café torrado e moído, Estados Unidos, Argentina, Japão e Alemanha.

Durante toda essa semana, uma delegação brasileira participa da 112ª sessão do Conselho Internacional do Café, promovida pela Organização Internacional do Café (OIC), em Londres, na Inglaterra. A missão, chefiada pelo secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Gerardo Fontelles, terá a participação de integrantes do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC), da Embrapa e de parlamentares, além do diretor do Departamento do Café, da Secretaria de Produção e Agroenergia, Jânio Zeferino da Silva.

Na reunião, se destacam assuntos como a situação do mercado. Paralelamente ao encontro, será realizado o Fórum Consultivo sobre Financiamento do Setor Cafeeiro, órgão criado no âmbito do Acordo Internacional do Café de 2007 e o Seminário para o fornecimento sustentável no mercado de café.

Também durante o evento, será lançada a proposta do país que sediará a 4ª Conferência Mundial do Café, em 2015. No páreo estão a Itália, a Etiópia e a Colômbia.

O Brasil é o maior produtor e exportador e segundo consumidor de café do mundo. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o País tem, atualmente, uma área plantada de 2,3 milhões de hectares. A safra prevista para 2014 é de 48,3 milhões de sacas.

Em 2013, o produto representou 5,3% das exportações brasileiras no agronegócio, que chegaram a aproximadamente 32,01 milhões de sacas de 60 kg, gerando um faturamento de US$ 5,27 bilhões, ocupando a 6ª posição no ranking de exportações do agronegócio brasileiro. Os principais destinos de café verde foram Estados Unidos, Alemanha, Japão e Itália; de café solúvel, Estados Unidos, Rússia, Ucrânia e Japão; e de café torrado e moído, Estados Unidos, Argentina, Japão e Alemanha.

Fonte: Brasil Diário