Soja

Embrapa intensifica Programa de Perdas na Colheita de soja

Apesar de não haver um diagnóstico sobre as perdas durante a colheita de soja, no Brasil, há relatos de lavouras que chegam a perder até quatro sacas de soja por hectare. No entanto, para a Embrapa, vinculada ao Mapa, as perdas toleráveis durante a colheita de soja devem estar entre 0,7 e 1 saca (42 a 60 quilos) por hectare.

A Embrapa Soja desenvolveu uma metodologia de aferição das perdas de grãos na colheita mecanizada por meio de um copo medidor, na década de 80, que foi sendo modificada e adaptada de acordo com o desenvolvimento e o aprimoramento das técnicas de cultivo e dos equipamentos colhedores. “O uso do copo medidor permite quantificar a operação de colheita mecanizada da soja, mantendo as perdas de grãos em níveis referenciais de tolerância de uma saca por hectare”, diz o pesquisador José Miguel Silveira, da Embrapa Soja.

Na safra 2011/2012, a Embrapa pretende intensificar o Programa de Perdas na Colheita de Soja com a promoção de treinamentos sobre a tecnologia que reduz as perdas na colheita e também com a distribuição dos copos medidores. “O que tem limitado os ganhos do produtor rural é a falta de planejamento da operação de colheita, a desatenção nas regulagens dos sistemas da colhedora e a não utilização de um método prático de monitoramento das perdas de grãos”, explica.

A Embrapa está comercializando dois copos medidores e dois manuais sobre a tecnologia a R$ 11,00. Os interessados podem solicitar o kit de perdas na colheita no (43) 3371-6119 ou pelo e-mail vendas@cnpso.embrapa.br.

As entidades interessadas em treinamentos sobre perdas na colheita devem entrar em contato com a Chefia de Transferência de Tecnologia da Embrapa pelo e-mail chtt@cnpso.embrapa.br ou pelo (43) 3371-6008. A partir da safra 2011/2012, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-PR) participa também do Programa de Perdas na Colheita, coordenado pela Embrapa Soja. O Senar irá oferecer treinamentos e cursos sobre colhedoras.

Desde a década de 90, que o instituto Emater-PR realiza campanhas em vários municípios para realizar um diagnóstico sobre as perdas durante a colheita de soja, além disso promove concursos em seis municípios do Paraná. O objetivo é sensibilizar os operadores para evitar o desperdício e divulgar a metodologia de perdas na colheita. O Emater atinge, em média, 900 operadores de colhedoras com a realização do concurso. “Estes concursos são uma alternativa eficiente para a divulgação da tecnologia desenvolvida pela Embrapa. Por outro lado, seria interessante que estas ou outras iniciativas fossem realizadas também em outros estados para auxiliar no monitoramento constante do nível de perdas na colheita, evitando o desperdício”, diz Silveira.

Lebna Landgraf
Embrapa Soja
(43) 3371-6061
imprensa@cnpso.embrapa.br

Fonte: http://www.grupocultivar.com.br/site/content/noticias/?q=24502#24502