Variedades

Embrapa indica cultivares de soja para Mato Grosso do Sul

Escrito poradmin

A área cultivada com soja no Mato Grosso do Sul cresceu 44,7% no período 2002/2011, chegando a 1,76 milhões de hectares. A produção cresceu 51,5%, atingindo 5,07 milhões de toneladas em 2011. O Estado é o quinto maior produtor de soja no Brasil.

Para a safra 2011/2012, os produtores de soja do Estado do Mato Grosso do Sul já podem encomendar sementes de cultivares da Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Desenvolvidas pela Embrapa Soja, Embrapa Agropecuária Oeste, Embrapa Transferência de Tecnologia em parceria com a Fundação Meridional e a Fundação Vegetal, as cultivares indicadas são comercializadas pelos Escritórios de Negócios de Dourados (MS), Londrina e Ponta Grossa (PR), da Embrapa Transferência de Tecnologia.

Além de precocidade, essas cultivares têm ainda como atributos positivos resistência a doenças e alto rendimento, três características muito valorizadas pelos produtores da oleaginosa. A tendência principal dos produtores de soja atualmente é a busca por ciclos cada vez mais curtos para tentar minimizar os problemas de doenças, como a ferrugem asiática, pois quanto mais cedo é feita a colheita, maior é a possibilidade das plantas escaparem da ocorrência de doenças.

Para o estado de Mato Grosso do Sul, para a safra 2011/2012, a Embrapa indica as seguintes cultivares:

Cultivares não transgênicas

BRS 239 – ciclo semiprecoce de 120 dias, grupo de maturidade 6.9, hábito determinado, com alto potencial produtivo, porte muito bom e resistente ao acamamento e aos nematóides de galhas (M. incognita e M. javanica). Indicada para a Região Sul de Mato Grosso do Sul, tem ampla adaptação à época de semeadura de 10 de outubro até 15 de dezembro.

BRS 284 – ciclo precoce de 110 dias, grupo de maturidade 6.3, hábito indeterminado, com alto potencial produtivo, porte muito bom, resistente ao acamamento e moderadamente resistente ao nematóide de galhas (M. javanica). Indicada para as Regiões Sul e Centro-Norte de Mato Grosso do Sul, tem ampla adaptação à época de semeadura de 5 de outubro até 10 de dezembro na Região Sul, e, de 15 de outubro até 25 de novembro na Região Centro-Norte.

BRS 285 – ciclo médio de 122 dias, grupo de maturidade 7.4, hábito determinado, com alto potencial produtivo, porte muito bom e resistente ao acamamento e ao nematóide de galha (M. incognita), tem ampla adaptação à época de semeadura de 10 de outubro até 15 de dezembro. Indicada também para a Região Norte/Nordeste de Mato Grosso do Sul, onde é mais precoce, 105 a 110 dias, favorecendo a sucessão com milho safrinha.

BRS 317 – ciclo semiprecoce de 120 dias, grupo de maturidade 6.6, hábito determinado, com alto potencial produtivo, moderadamente resistente ao acamamento e moderadamente resistente ao nematóide de galhas (M. incognita). Indicada para a Região Sul de Mato Grosso do Sul, tem ampla adaptação à época de semeadura de 15 de outubro até 10 de dezembro.

BRS 320 – ciclo precoce de 110 dias, grupo de maturidade 6.2, hábito determinado, com alto potencial produtivo, porte muito bom resistente ao acamamento e moderadamente resistente aos nematóides de galhas (M. incognita e M. javanica). Indicada para a Região Sul de Mato Grosso do Sul, tem ampla adaptação à época de semeadura de 25 de outubro até 5 de dezembro.

Cultivares transgênicas
BRS 295 RR – ciclo precoce de 116 dias, grupo de maturidade 6.5, hábito determinado, com alto potencial produtivo é resistente ao acamamento e ao nematóide de cisto (raças 1 e 3). Indicada para a Região Sul de Mato Grosso do Sul, tem ampla adaptação à época de semeadura de 15 de outubro até 10 de dezembro.

BRS 316 RR – ciclo precoce de 118 dias, grupo de maturidade 6.6, hábito determinado, com alto potencial produtivo é resistente ao acamamento e ao nematóide de galha (M. javanica) e moderadamente resistente ao nematóide de galha (M. incognita). Indicada para a Região Sul de Mato Grosso do Sul, tem ampla adaptação à época de semeadura de 15 de outubro até 10 de dezembro.

BRS 318 RR – ciclo precoce de 115 dias, grupo de maturidade 6.7, hábito determinado, com alto potencial produtivo é resistente ao acamamento e moderadamente resistente ao nematóide de galha (M. javanica). Indicada para a Região Sul de Mato Grosso do Sul, tem ampla adaptação à época de semeadura de 20 de outubro até 5 de dezembro.

BRS 319 RR – ciclo precoce de 113 dias, grupo de maturidade 6.6, hábito determinado, com alto potencial produtivo é resistente ao acamamento e ao nematóide de galha (M. javanica) e moderadamente resistente ao nematóide de galha (M. incognita). Indicada para a Região Sul de Mato Grosso do Sul, tem ampla adaptação à época de semeadura de 20 de outubro até 5 de dezembro.

INFORMAÇÕES SOBRE A AQUISIÇÃO DE SEMENTES

Escritório de Negócios de Dourados
Rodovia Dourados – Caarapó, Km 6 – Caixa Postal 661
CEP – 79804-970 – Dourados, MS
Telefone: (67) 3425-5165; Fax: (67) 3425-0811
E-mail: endou.snt@embrapa.br

Escritório de Negócios de Londrina
Rodovia Carlos João Strass – Distrito de Warta – Caixa Postal 231
CEP – 86001-970 – Londrina, PR
Telefone: (43) 3371-6300; Fax: (43) 3371-6120
E-mail: enldb.snt@embrapa.br
Escritório de Negócios de Ponta Grossa
Rodovia do Talco, Km 3 – Distrito Industrial – Caixa Postal 97
CEP – 84001-970 – Ponta Grossa, PR
Telefone/Fax: (42) 3228-1500
E-mail: enpga.snt@embrapa.br

Informações técnicas

Embrapa Soja
Rod. Carlos João Strass – Distrito de Warta
Caixa Postal 231 – CEP 86001-970
Londrina, PR
Fone: (43) 3371-6000 – Fax: (43) 3371-6100
E-mail: sac@cnpso.embrapa.br

Embrapa Agropecuária Oeste
Rod. BR 163, km 253,6 – Trecho Dourados – Caarapó
Caixa Postal 661 – CEP: 79804-970
Dourados, MS
Telefone: (67) 3419-9700 Fax: (67) 3416-9721
E-mail: sac@cpao.embrapa.br

Embrapa Transferência de Tecnologia – Sede
Parque Estação Biológica – PqEb
Av. W3 Norte (final), Ed. Sede, Térreo
CEP – 70770-901 – Brasília, DF
Telefone: (61) 3448-4570; Fax: (61) 3448-4511
E-mail: sac.snt@embrapa.br
Site: www.embrapa.br/snt

Embrapa Transferência de Tecnologia
Gerência de Promoção Tecnológica – GPT
Site: www.embrapa.br/snt
Lucas Tadeu Ferreira (MTb-DF 3032 e Conrerp-DF 620)
Fonte: Embrapa

Arquivado em: Tecnologias Soja
http://www.agromundo.com.br/?p=22608