Suinos

Embrapa: Custos de produção de suínos caem pelo quarto mês

Publicado em 30/11/2016

Os custos de produção de suínos divulgados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa (www.embrapa.br/suinos-e-aves/cias), registraram em outubro o quarto mês consecutivo de queda. O ICPSuíno/Embrapa oscilou -1,80%, caindo para 229,76 pontos. O preço do kg do suíno vivo em Santa Catarina, maior produtor nacional e usado como referência, ficou em R$ 3,22 em outubro, mesmo valor registrado em setembro. Já o custo de produção deste mesmo quilograma de suíno vivo, foi de R$ 4,02 evidenciando uma baixa de 1,72% em relação ao mês anterior.

Principal item de custo na composição dos ICPSuíno (78,91% do preço), a nutrição dos animais recuou 1,76% em outubro. No ano, o ICPSuíno ainda acumula alta, agora de 12,90%, e chega a 12,17% nos últimos 12 meses.

Já o ICPFrango/Embrapa fechou o mês de outubro com 211,70 pontos, com uma pequena alta de 0,10% em relação ao mês anterior. O kg do frango vivo no Paraná, maior produtor nacional e usado como referência, ficou em R$ 2,84 (queda de R$ 0,02 em relação a setembro). O custo de produção foi na ordem de R$ 2,74 por kg de frango vivo.

Os itens que mais influenciaram na alta do ICPFrango em outubro foram nutrição (0,04%) e pintos de um dia (0,04%). No ano, o ICPFrango acumula 6,39% de alta, enquanto nos últimos 12 meses a variação é de 4,21%.

ICP/Embrapa

Os índices de custos de produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Conab. O ICPFrango/Embrapa refere-se aos custos de produção no Paraná para aviário tipo climatizado em pressão positiva, modelo referencial de produção. Já o ICPSuíno/Embrapa é obtido a partir de resultados de custos da produção de suínos em sistema ciclo completo em Santa Catarina.

Fonte: Embrapa Suínos e Aves