Embarques de petróleo dos EUA para China pararam com guerra comercial, diz CMES

12019 (CC0), Pixabay

Publicado em 03/10/2018

Por Anne Marie Roantree

HONG KONG (Reuters) – Embarques de petróleo dos Estados Unidos para a China “pararam totalmente”, disse nesta quarta-feira o presidente da empresa de navegação China Merchants Energy Shipping Co (CMES), conforme a guerra comercial entre as duas maiores economias globais começa a impactar um negócio que vinha em rápido crescimento.

Washington e Pequim estabeleceram pesadas tarifas de importação sobre centenas de mercadorias nos últimos meses. E, embora as exportações de petróleo dos EUA para a China, que começaram apenas em 2016, ainda não tenham sido incluídas na lista, importadores chineses de petróleo têm evitado novos pedidos recentemente.

“Nós somos um dos maiores transportadores de petróleo dos EUA para a China. Antes (da guerra comercial) nós tínhamos um bom negócio, mas agora isso está totalmente parado”, afirmou o presidente da CMES, Xie Chunlin, nos bastidores de um evento em Hong Kong.

Dados de navegação do Refinitiv Eikon confirmam que os embarques de petróleo dos EUA para a China travaram em setembro.

“Isso infelizmente aconteceu, a guerra comercial entre EUA e China. Certamente para o negócio de navegação isso não é bom”, adicionou o presidente da CMES.

Ele também lembrou que a disputa comercial tem forçado a China a buscar soja de outros fornecedores sem ser os EUA e ressaltou que os chineses agora têm comprado a maior parte de sua soja da América do Sul.

Fonte: Reuters