Pecuária

Emater/RS-Ascar realiza intercâmbio na Chamada Pública do Leite

13/01/2017

Nesta quinta-feira (12/01), a Emater/RS-Ascar promoveu um intercâmbio, ou viagem de estudo, a propriedades rurais nos municípios de Vila Flores, Nova Prata e Protásio Alves. A atividade, que faz parte da Chamada Pública do Leite, contou com a participação de 65 agricultores dos três municípios visitados e também de Vista Alegre do Prata.

A programação iniciou na propriedade dos agricultores Antônio e Natalina Rui, em Vila Flores, onde foram abordados os seguintes assuntos: qualidade do leite, instalações, uso de água clorada e Programa de Qualidade do Leite da Cooperativa Piá. Um dos motivos da escolha desta propriedade para visitação é que a família foi premiada com o segundo lugar pela Cooperativa na avaliação da qualidade do produto. ?Eventos desta natureza reforçam a autoestima da família, pois reconhecem o trabalho realizado, e também motivam para continuar na atividade, que, apesar dos altos e baixos, tem sido compensadora?, diz a agricultora Beatriz Rui Frata, integrante da família que recepcionou o grupo.

A segunda propriedade visitada foi a da família de Olivar e Margarete Boito, em Nova Prata, que se destaca pelas instalações, alta produção de seus animais, mantidos em sistema de semiconfinamento, uso do misturador total para fornecimento de alimentação aos animais e uso de colheitadeira na produção de silagem, alimento que foi avaliado pelos participantes como de excelente qualidade.

Após, o grupo se deslocou ao município de Protásio Alves, onde conheceu a propriedade de Adenor e Joanete Cechin, e pôde observar as novas instalações construídas, a avaliação do ponto de ensilar o milho, a qualidade de silagem e também o sistema de irrigação existente no local.

Segundo o engenheiro agrônomo João Rodrigo Cardoso, da Emater/RS-Ascar de Protásio Alves, atividades como estas são muito importantes, pois além do conteúdo técnico repassado, há a visualização dos exemplos, o que contribui para o aprendizado dos participantes.

O engenheiro agrônomo João Carlos Reginato, da Emater/RS-Ascar de Nova Prata, lembrou que ações desta natureza necessitam de planejamento prévio e integração entre os Escritórios Municipais envolvidos, agricultores e Prefeituras, bem como com as cooperativas do setor que atuam na região, e que certamente potencializam os conhecimentos repassados e racionalizam a utilização dos recursos disponíveis. Na avaliação dos participantes, o dia de estudos foi considerado positivo.

Fonte: Emater – RS