Pecuária

Em cenário positivo, produtores de leite se reúnem em BH

23/08/2016

Preços favoráveis aos produtores podem antecipar aumento da oferta, com redução dos preços ao consumidor

Momento positivo marcará 3º Encontro Mineiro do Balde Cheio, promovido pelaFAEMG na Serraria Souza Pinto. O aumento da oferta do leite, este ano, pode ser antecipado às chuvas que historicamente marcam o período de safra, apontam especialistas de mercado. Segundo o analista de agronegócios da FAEMG, Wallisson Fonseca, o movimento deve refletir investimentos feitos pelos produtores, motivados pela maior rentabilidade da atividade nos últimos meses: “No ano passado, tivemos custos muito altos de produção, que fizeram com que o produtor deixasse de investir em volumoso para a entressafra. Isso teve forte impacto na produção deste ano. Durante todo o primeiro semestre, houve importante queda na captação de leite, que resultou em ociosidade nos laticínios e falta de produto no mercado, alavancando os preços ao consumidor e, posteriormente, ao produtor”.

Para ele, apesar dos custos de produção permanecerem bastante altos, a recuperação na margem de lucro da atividade motivou investimentos para uma produção novamente maior: “Agora teremos que acompanhar a evolução dos indicadores para descobrir, muito em breve, se de fato eles assim o fizeram”. Neste cenário favorável à atividade, a FAEMG se prepara para receber mais de dois mil produtores na próxima quarta (24/8). O 3º Encontro Mineiro do Balde Cheio comemora os dez anos do programa no estado, que visa promover a competitividade da pecuária leiteira, com redução dos custos e aumento da produtividade.

“Esses produtores que veremos reunidos representam uma fatia diferenciada na atividade. Graças à assistência que recebem do programa Balde Cheio, sabem realizar uma gestão mais eficiente de seus custos, atacando fatores produtivos que mais impactariam sua lucratividade e mantendo maior produtividade, com margens positivas. Em suma, mantêm-se menos vulneráveis às variações de mercado, como essas que  o setor viveu nos últimos meses”, explica Wallisson Fonseca.

Premiação

Produtores, técnicos, coordenadores e parceiros do Programa Balde Cheio participarão do 3º Encontro Mineiro Balde Cheio. Além da apresentação dos resultados de uma década do programa, a programação inclui homenagens a produtores, técnicos e entidades de destaque. Serão apresentados os 12 produtores finalistas e os quatro vencedores da premiação Destaques do Balde Cheio – 10 anos. Suas histórias de grande dedicação, trabalho e sucesso representam a importância do programa e de seus resultados para milhares de famílias rurais. São eles:

Regional Sul e Centro-Oeste

André dos Reis da Silva (Paraguaçu),  Denis Vitor Emídio (Nepomuceno), Dirceu Lucas Militão (Itaúna)

Regional Campo das Vertentes e Zona da Mata

Carlos José da Silva (São João del Rei), Gilberto Monteiro de Barros Pinto  (Recreio), Hudson Silva (Lima Duarte)

Regional Alto Paranaíba e Noroeste

Amilton Ferreira Lima (Unaí), Jairo André Borges (Pratinha), Reginaldo José de Barcelos (Pompéu)

Regional Leste, Jequitinhonha e Norte

Cláudio de Assis Beltrame (São João do Oriente), Geraldo Cardoso Coelho (Governador Valadares), Luiz Cesar Coura (Alvinópolis).

Programa Balde Cheio

Promover o desenvolvimento e a competitividade da pecuária leiteira, com redução dos custos e aumento da produtividade, é o foco do Programa de Desenvolvimento Integrado da Pecuária Leiteira – Balde Cheio.  Criado nacionalmente pela Embrapa, e implantado em Minas Gerais sob gestão da FAEMG, o programa chega a seu 10º ano no estado com uma rede de 280 técnicos treinados e capacitados, que prestam assistência contínua a mais de 2.500 produtores em 320 municípios.

“São técnicas simples e acessíveis a todos os produtores, com pouca necessidade de investimento financeiro e muito esforço e dedicação. Pequenos produtores com pouco acesso à assistência técnica e gerencial são os mais beneficiados e relatam maior qualidade e eficiência na produção de leite e, consequentemente, aumento da produtividade e dos lucros”, destaca o diretor da FAEMG e presidente da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA, Rodrigo Alvim.

A produção de leite no estado corresponde a cerca de 27% do total nacional. Somente no último ano, Minas produziu mais de 9,4 bilhões de litros. A produção do estado é crescente. Em uma década (2005-2015), o aumento foi de aproximadamente 36%.

3º Encontro Mineiro Balde Cheio

Dia 24 de agosto, quarta-feira

Abertura às 10h

Serraria Souza Pinto, BH

PROGRAMAÇÃO

7 às 10 h – Cadastramento e café de boas-vindas

10h – Abertura

10h15 – Assinatura de Termo de Cooperação entre Embrapa e FAEMG

10h30 – Apresentação dos resultados do Programa Balde Cheio – 10 anos

11h15 – Homenagens: entidades, técnicos e produtores

12 às 13h – Palestra: Sucesso – A arte de realizar sonhos, com o professor Pachecão

13h – Almoço com música ao vivo – Almir Pessoa

15h – Encerramento

* Confirmação de presença: helga@faemg.org.br ou (31) 3074-3050

Fonte: FAEMG – Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais