Manejo


Diagnóstico preciso das doenças no campo agora também nas pontas dos dedos

29/10/2013

A agricultura de precisão tem crescido no País a passos largos e contribuído significativamente para o sucesso e competitividade da produção agrícola brasileira dentro e fora da porteira, o que tem permitido ao homem do campo antecipar problemas nas culturas minimizando perdas e, consequentemente, prejuízos. Em tempos em que a tecnologia pode ser carregada no bolso em smartphones ou tablets para qualquer lugar, também é necessário aplicar sua utilidade nas lavouras. É neste sentido que a BASF apresenta, mais uma vez, uma inovação para agricultura brasileira, o Digilab Mobile Tablet.

A nova versão da plataforma Digilab exclusiva para tablet que será demonstrada durante o 39º Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras, mostra o avanço do serviço 2.0 já existente, destinado para uso em notebooks e PCs.  O Congresso será realizado entre os dias 29 de outubro e 1º de novembro, em Poços de Caldas (MG).

De acordo com Dieter Schultz, gerente de Serviços da Unidade de Proteção de Cultivos da BASF para o Brasil, o novo formato da plataforma para tablets permitirá maior mobilidade, rapidez e precisão no diagnóstico de doenças e pragas. “Com a ferramenta portátil (tablet) no campo será possível o produtor captar a imagem da planta, acessar imediatamente o banco de dados do Digilab e identificar as principais ocorrências semelhantes às encontradas na lavoura, evitando perdas e impactos financeiros”, complementa Schultz.

O sistema consiste na união de um microscópio digital (PC e Notebook) e lente (Tablet) capaz de aumentar as imagens capturadas em 200 ou 100 vezes, respectivamente, permitindo a rápida identificação de pragas e doenças.

A atualização do software na versão tablet também garantirá mais integração entre produtor e equipe de assistência técnica, que poderão escolher de maneira assertiva o momento e os procedimentos corretos de prevenção e controle de pragas, doenças, nematóides e plantas daninhas.

O novo serviço portátil traz ainda o acréscimo de sete culturas ao módulo de Saúde Vegetal, totalizando agora 23, além de dois novos módulos – Non Crop e Nematóides. Outra novidade é o uso para profissionais especializados no combate de pragas urbanas.

Ao adquirir o serviço, o usuário deve na primeira compra optar pela lupa ou lente, algo que depende  da versão escolhida (PC/Notebook ou tablet), aliado a um cultivo de escolha própria. Os demais conteúdos podem ser adquiridos posteriormente.

O software da BASF está disponível em tablets das marcas e modelos Samsung Galaxy S1 (10 polegadas), Motorola Xoom (10 polegadas), e iPad I e iPad II. Já para desktop e notebook, o sistema operacional dever ser, no mínimo, Windows 7.

No estande da BASF o público terá informações de como melhorar sua rentabilidade

As atividades da BASF durante o 39º Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras incluem divulgação dos resultados dos principais produtos desenvolvidos para o setor cafeeiro, apresentação de trabalhos técnicos e a presença de uma equipe técnica da empresa para dar todo atendimento aos produtores, consultores e pesquisadores do segmento.
“O público que visitar o espaço da BASF durante o Congresso poderá conhecer melhor o Sistema AgCelence® Café, que é um modelo de manejo integrado e sequencial de três fungicidas, com objetivos distintos, e a rentabilidade da lavoura proporcionada pelo mesmo”, afirma Daniel Vieira, gerente de Cultivo Café da Unidade de Proteção de Cultivos da BASF para o Brasil.

O sistema garante a saúde dos grãos e folhas de café em todas as etapas de seu desenvolvimento, que vão desde a pós-colheita até a colheita dos frutos no ano seguinte. Para cada fase do desenvolvimento temos uma necessidade de controle. O fungicida Comet® proporciona a proteção das folhas e ramos. Já nos períodos de pré e pós-florada são utilizados os fungicidas Cantus® e Comet® para maior retenção de flores e frutos. A última etapa é com relação à saúde dos frutos e folhas utilizando o consagrado fungicida Opera® que proporciona, além do controle fitossanitário, maior quantidade e uniformidade de grãos cereja.

Serviço

39º Congresso Brasileiro de Pesquisas Cafeeiras
Data: de 29 de outubro a 1º de novembro
Local: Espaço Cultural da Urca (Praça Getúlio Vargas, s/n – centro – Poços de Caldas (MG)

 

Fonte: Agrolink

 enviar por email     imprimir    compartilhe: Favoritos      Comente!