Pecuária

Dia Internacional do Leite contará com evento no Congresso Nacional

30/05/2016

O setor leito brasileiro voltará suas atenções para o Distrito Federal nesta quarta-feira, dia 1º de junho, com a segunda edição do Brasília Fest Leite. Nesta data é comemorado o Dia Internacional do Leite, criado em 2001 pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). O evento, uma iniciativa do Associação Brasileira de Pequenas e Médias Cooperativas e Empresas de Laticínios (G100), acontecerá no Anexo II da Câmara dos Deputados  do Congresso Nacional, em Brasília.

Conforme o presidente do G100, Pedro Augusto Guimarães, o Brasília Fest Leite deste ano contará com quatro palestras que irão abordar temas importantes para a cadeia produtiva e consumidores. “Queremos mobilizar o setor, a opinião pública, parlamentares e toda a sociedade para mostrar que o leite é um produto importante na alimentação, na nutrição humana no Mundo e no Brasil. É um produto vivo e, portanto, sensível a todos os tratamentos que passa ao longo de sua cadeia de produção até chegar a mesa do consumidor”, destaca.

Foram convidados a participar Sindicatos das Indústrias de Laticínios de todo o país e entidades de classe dos produtores e das indústrias. As atividades ocorrerão no auditório Nereu Ramos no Anexo II da Câmara dos Deputados em parceria com a Frente Parlamentar da Bovinocultura de Leite que tem o apoio de mais de 200 parlamentares, cujo presidente, o deputado federal Celso Maldaner (PMDB/SC), será um dos palestrantes. O tema da palestra será sobre o andamento dos projetos de leite de interesse do setor lácteo em tramitação no Congresso Nacional. Segundo o diretor executivo do G100, Wilson Massote Primo, dois projetos são de grande interesse para o setor. “Um deles é sobre a utilização de crédito PIS/Cofins para pagamento de INSS das cooperativas e  empresas de laticínios,  e que está em tramitação na Câmara dos Deputados. A importância desse projeto está no fato que há Laticínios que possuem crédito com o governo e no entanto não conseguem certidão negativa o que lhes impede de concorrer a linhas de crédiro oficiais e participação no programa “Mais leite Saudável” do Mapa. O outro projeto, que está no Senado, trata sobre a regulamentação referente ao teor de lactose contido nos produtos lácteos”, salienta.

Também serão palestrantes o representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, que falará sobre a situação atual do leite na nutrição humana no mundo, consumo e produção, e o diretor Executivo da Associação Brasileira das Indústrias de leite Longa Vida (ABLV), Nilson Muniz, que fará uma análise conjuntural da produção e preços no mundo e no Brasil.

Fechando o ciclo de palestras do Brasília Fest Leite, o chefe da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins, vai falar sobre o desenvolvimento de um software que distribui de forma dinâmica informações de análises da qualidade do leite em diversas regiões do país, armazenadas na Rede Brasileira de Laboratório. “Esta nova tecnologia vai ajudar, por exemplo, as próprias empresas a conhecerem seus dados e o governo saber os perfis de qualidade do leite de todas as regiões”, explica o dirigente do G100.

Faturamento anual do setor é de aproximadamente R$ 100 bilhões

O Brasil é o quarto maior produtor mundial de leite com um volume de mais de 35 bilhões de litros ao ano, segundo os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) fechados em 2014. Este volume representa 5,5% da produção global de leite. Anualmente, o setor leiteiro e de laticínios do Brasil registra um faturamento próximo de R$ 100 bilhões e 55% deste valor é contribuição das cooperativas e médias empresas, segundo números do G100. Em dez anos de existência da entidade, essa participação já aumentou em 57%. Atualmente, as associadas da entidade possuem  cerca de 170 mil fornecedores de leite , sendo que as associadas captam, produzem, industrializam e comercializam seus produtos em todo o país, assim como já registram presença na exportação.

O Brasília Fest Leite 2016 inicia sua programação às 14h e após as palestras haverá uma degustação de produtos lácteos fornecidos pelas próprias indústrias e cooperativas do G100.

Confira a programação

Data: 1º de junho de junho de 2016
Local: Auditório Nereu Ramos (Anexo II da Câmara dos Deputados – Congresso Nacional, Brasília/DF)

14h – Abertura e composição da mesa
14h25min – Palestra do representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic. “Leite e Produtos Lácteos na nutrição humana, no Mundo”.
14h50min – Palestra do diretor executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Leite Longa Vida (ABLV), Nilson Muniz. “A Conjuntura do Leite no Mundo e no Brasil”.
15h15min – Palestra do Chefe da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins. Sistema de Inteligência do Monitoramento Temporal e Espacial da Qualidade do Leite (SIMQL).
15h45min – Frente Parlamentar da Bovinocultura do Leite. Andamento dos projetos de leite de interesse do setor lácteo em tramitação no Congresso Nacional
16h- Degustação de produtos lácteos
17h – Encerramento

Fonte: Agrolink