Sanitário

Dia de campo sobre bovinocultura de leite movimenta Colégio Teutônia

19/08/2016

A granja do Colégio Teutônia, no município de mesmo nome, foi o cenário para um dia de campo sobre bovinocultura leiteira, realizado na tarde da quinta-feira (18/08). No local, mais de 200 agricultores de 30 municípios diferentes – muitos deles integrantes da Chamada Pública do Leite, operacionalizada pela Emater/RS-Ascar por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MSDA) -, participaram de estações de trabalho com a presença de extensionistas da Emater/RS-Ascar e de técnicos da empresa Nutrifarma, especializada em nutrição e saúde animal.

A atividade é parte da 10ª edição do Fórum Tecnológico do Leite e 6ª edição da Feira Agrocomercial, que ocorrem nos dias 21 e 22 de setembro, no Colégio Teutônia, e que terá como tema central “Eficiência na produção leiteira”. Alinhado ao assunto, o evento da granja abordou, em duas estações, a nutrição – a partir de um bom manejo de pastagens – e a qualidade do leite – com ênfase nos cuidados na hora da ordenha. Por meio de um circuito temático também foi apresentado um sistema de cria e recria de animais jovens em bovinos de leite, que podem representar alternativa de renda para os produtores.

No turno da noite, no auditório central, houve mostra de trabalhos de iniciação científica dos estudantes dos cursos técnicos do Colégio Teutônia, com trabalhos de sala de aula desenvolvidos com olhar prático para o dia a dia da agropecuária e do agronegócio. Para o assistente técnico regional em Sistema de Produção Animal da Emater/RS-Ascar, Martin Schmachtenberg, a multipliciadade de temas, ano após ano, costuma ser um dos pontos fortes do Fórum. “Esta é uma forma de se aproximar de novas tecnologias, adquirir conhecimentos e trocar experiências”, analisa.

Para o produtor Izequiel Zuffo, de Progresso, a busca pelo aperfeiçoamento pode ser um diferencial para o produtor. Com 10 vacas em lactação, produzindo cerca de 175 litros de leite por dia, o agricultor salienta o curso para formação de inseminadores realizado pelo irmão, no Centro de Treinamento de Montenegro, como uma espécie de “divisor de águas” para a família. Outras capacitações e cursos também serviram para que o jovem se motivasse a permanecer na propriedade. “Ambos somos formados em administração e utilizamos os conhecimentos da faculdade em nosso cotidiano”, destaca.

A opinião do jovem Tiago Schneider é semelhante a de Izequiel. Há seis anos desenvolvendo a atividade leiteira, possui 28 vacas em lactação que produzem uma média de 450 litros de leite por dia. Quando iniciaram, as oito vacas não chegavam aos 50 litros diários. Os conhecimentos sobre genética, dieta do rebanho e importância da qualidade do leite foram sendo adquiridos em cursos e capacitação do Centro de Formação de Agricultores de Teutônia (Certa). “E, mesmo com alguma experiência, é interessante notar que sempre temos o que aprender”, analisa o jovem, que aos 27 anos se diz satisfeito com a atividade.

Sobre o Fórum Tecnológico do Leite

O 10º Fórum Tecnológico do Leite e a 6ª Feira Agrocomercial marcam as comemorações pelo Dia Estadual do Leite em Teutônia. A data é celebrada anualmente na terceira quarta-feira do mês de setembro, enaltecendo a importância da bebida para a população e incentivando o consumo do alimento. Bastante diversificada, a programação busca envolver diferentes públicos, desde produtores rurais, profissionais técnicos, lideranças, estudantes, crianças e jovens, bem como a comunidade em geral.

Além das atividades no Colégio Teutônia, também haverá espaço destinado às agroindústrias familiares com produção de queijo, salame, conservas, embutidos, pães e ovos, além de estações de empresas parceiras do evento, o tradicional concurso de Leite em Metro e a Escolinha do Leite, desenvolvida numa parceria entre Colégio e Languiru. As inscrições para participar de toda programação são gratuitas. Mais informações podem ser obtidas pelo fone (51) 3762-4040, na Secretaria do Colégio, ou pelo www.forumtecnologicodoleite.com.br.

O evento é uma realização do Colégio Teutônia, com o patrocínio das cooperativas Languiru, Certel e Sicredi, Nutrifarma/Nuscience, Du Pont/Pioneer e Prefeitura de Teutônia, com apoio de Emater/RS-Ascar, Governo do Estado do Rio Grande do Sul – por meio da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag/RS), Associação dos Engenheiros Agrônomos do Vale do Taquari (Aseat), Regional Sindical Vale do Taquari e Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (Capa).

Fonte: Emater – RS