Notícias

Dia de Campo de Verão: ciência e tecnologia em prol da produção rural

06/03/2015

Nos dois dias de evento, o Dia de Campo de Verão 2015 da Agrária e FAPA (Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária) registrou grande participação do público. Entre 4 e 5 de março, as palestras, apresentações de pesquisas e 33 estandes de empresas de insumos agrícolas receberam aproximadamente 1500 visitantes. Ressaltando o papel essencial da ciência, tecnologia e informação para a produção rural, o evento reforçou também a importância do agronegócio no contexto socioeconômico brasileiro.

Nas cinco Estações FAPA, os pesquisadores da instituição apresentaram temas, dados e resultados consistentes e alinhados à realidade e à necessidade dos produtores. Um prato cheio para quem busca eficiência, produtividade, diversificação e rentabilidade. “A qualidade das palestras que assisti foi muito alta. O nível dos nossos pesquisadores chega a chamar a atenção, pois são fora de série”, avalia o cooperado Edmund Gumpl. Para o diretor presidente da Cooperativa Agrária, Jorge Karl, o conteúdo técnico apresentado está sintonizado com a preocupação atual do meio agrícola. “A agricultura é bastante dinâmica e a pesquisa agrícola tem de estar sempre acompanhando novidades, tendências e desafios. A tecnologia pesquisada na FAPA é aplicada à condição da região em que a Agrária atua e isso traz resultados práticos aos cooperados”, analisa.

A importância dos investimentos da Agrária em pesquisa foi ressaltada pelo secretário da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara, que marcou presença no segundo dia de evento para “incentivar e conhecer um pouco mais a cooperativa e seu cooperado e difundir esse bom exemplo no Paraná”, afirma. “O Brasil passa por um processo de crise econômica. O agro sente um pouco isso, mas continua firme. O esforço a ser feito é exatamente este, o investimento em ciência de fundações como a FAPA, que aplica dinheiro dos produtores e da cooperativa para gerar novas soluções”.

O impacto positivo do agronegócio na economia e sua estabilidade, mesmo em épocas de dificuldade, também foram abordadas pelos palestrantes Marcos Fava Neves, que trouxe um prognóstico para o futuro, e Giovani Ferreira, que apresentou dados coletados pelo programa Expedição Safra. “A agricultura continua sendo o saldo positivo da balança comercial brasileira, ou seja, o crescimento da economia deve muito ao agronegócio”, afirma o diretor presidente da Agrária. “Dependemos de uma série de fatores econômicos de crescimento, tanto nacional como global, e do clima. Mas até aqui pode-se dizer que a safra está com bom desenvolvimento e tendência de bons resultados”, acrescenta Karl.

De acordo com o coordenador da FAPA, Leandro Bren, a exemplo da palestra motivacional do Steven Dubner, que encerrou a programação do Dia de Campo de Verão 2015, “as dificuldades do dia a dia não são motivos para acharmos que não somos capazes. No agronegócio, na cooperativa temos vários desafios, mas, juntos, com a ajuda de todos, conseguimos crescer, nos manter e superar todos os desafios que a agricultura traz”, comenta.

A busca por atualização através do conjunto de atrações proporcionado pelo Dia de Campo de Verão mais uma vez foi correspondida e a avaliação final do evento foi positiva. “Foi um evento muito bom, bastante positivo e com boa presença de público, tanto de cooperados quanto de produtores de modo geral, estudantes e parceiros de empresas e de pesquisa”, analisa Karl. “Toda a estrutura montada no campo permitiu que fosse possível, mesmo com chuva, visitar palestras e estandes. Recebemos retorno de que os cooperados, visitantes e nossos expositores ficaram satisfeitos”, conclui Bren.

Fonte: Agrária