Defensivos

Destinação correta de embalagens vazias de agrotóxicos cresce 33% em janeiro

No primeiro mês do ano, as unidades de recebimento de todo o Brasil encaminharam para o destino ambientalmente correto 2,4 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Esse volume representa um crescimento de 33% em relação ao mesmo período de 2010, quando foram processadas 1,8 mil toneladas.

De acordo com o levantamento do inpEV, instituto que representa a indústria fabricante de agrotóxicos para a destinação das embalagens vazias de seus produtos, cerca de 91% das embalagens seguiram para reciclagem.

Os estudos apontam que nove estados apresentaram crescimento no volume destinado. Desses, os que tiveram maior destaque foram Mato Grosso (603 toneladas), Goiás (304 toneladas), Rio Grande do Sul (304 toneladas), São Paulo (264 toneladas), Bahia (211 toneladas) e Minas Gerais (203 toneladas) e Mato Grosso do Sul (186 toneladas), que juntos respondem por 87% do volume total destinado em todo o país.

Outro dado relevante diz respeito aos percentuais de crescimento no período analisado. O Pará registrou aumento de 444%. O Rio Grande do Sul cresceu 125%, seguido por Maranhão, com 123%, e Minas Gerais, com 77%.

Fonte: Globo Rural

http://www.ambienteemfoco.com.br/?cat=1