Soja

Depois da Helicoverpa armigera, falsa medideira é a nova ameaça

21/01/2014

Após prejuízos bilionários com a Helicoverpa armigera, a ameaça emergente desta safra 2013/2014 é outra lagarta: a falsa medideira, que tem se mostrado mais agressiva esse ano. É o que aponta Wanderlei Dias Guerra, coordenador da Defesa Vegetal do Ministério da Agricultura (Mapa).

“O Brasil inteiro deve ficar atento a esta praga. O pessoal começa a colher e as mariposas começam a voar. Elas vão chegar mais fortemente nas lavouras de ciclo médio e tardio, que são as que estão no campo, junto com a ferrugem”, explica. Segundo ele, a falsa medideira pode aparecer em qualquer parte do país.

Na comparação com a Helicoverpa armigera, porém, a falsa medideira ainda é menos preocupante. “Eu diria que hoje, em relação à Helicoverpa, ele é menos problemática do que foi, apesar de a gente ter conseguido fazer o controle. Ela é uma lagarta desfloradora, então ela não vai direto no sistema de produção”, ressalva Guerra.

O especialista afirma que se deve ter um cuidado especial na pulverização, pois a lagarta se aloja no meio da soja. “Pode ser que ele aplique e o inseticida simplesmente não chegue até a lagarta, aí não mata mesmo. Por essa razão, e por aplicação de produtos inadequados, tende a haver uma resistência do inseto, e é possível que isso esteja ocorrendo em alguma região”, diz ele.

Fonte: Agrolink
Autor: Leonardo Gottems