Rações

Curso de Galinha Caipira direciona pequenos produtores à qualidade e eficiência produtiva em MG

18/01/2016

A Utramig Uberlândia está pronta para, em fevereiro, iniciar sete cursos gratuitos de curta duração na região, com um total de 403 vagas. Alguns deles chamam a atenção pelo tema aparentemente inusitado, mas com forte demanda no município e entorno. É o caso, por exemplo, do curso de “Galinha Capira” (30 horas/aula, 80 vagas, divididas em duas turmas de 40 alunos), com todas as vagas já preenchidas.

“O curso surgiu pela sinalização da Fundação local, ligada à prefeitura, que atende assentamentos, agricultura familiar e produtores rurais”, contextualiza a presidenta da Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais (Utramig), Liza Prado. A formação também foi viabilizada mediante parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda).

“Esta é uma demanda alta na região e, apesar disso, ainda não existia um curso específico. É uma alternativa de capacitação, inclusive, construída a partir de demandas das associações de produtores locais. Há um desconhecimento muito grande sobre legislação, selo, registro, autorizações e exigências de mercado. A procura, inclusive, superou o número de inscrições”, complementa Liza.

O diretor-geral da Ferub, Aniceto Ferreira, destaca a importância desta primeira turma do curso para os 18 assentamentos rurais acompanhados pela instituição, nas quais boa parte dos pequenos agricultores familiares produz frango e galinha caipira, ainda que em pequena quantidade.

“Muitos pequenos produtores e agricultores familiares trabalham com esse produto e precisam de capacitação para melhoria de sua produção”, observa. “É preciso que estejam mais bem informados e capacitados o que, evidentemente, com isso, vai aumentar a produtividade e a obtenção de renda dos pequenos produtores”, finaliza.

Preparação especial

O curso de Galinha Caipira foi totalmente estruturado e adaptado à rotina dos produtores e agricultores, em dia (sábado) e horários (7h20 às 12h30 / 13h30 às 17h30) que não prejudicam, por exemplo, o trabalho na terra, nas lavouras.

Dirigido a vários municípios do Triângulo e do Alto Paranaíba, o curso terá aula inaugural com a presença do secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário, Glenio Martins, no dia 4 de fevereiro (quinta-feira). Depois disso, segue com aulas aos sábados no intervalo de 6 de fevereiro a 13 de março.

São duas turmas, cada uma com 40 alunos, que vão aprender sobre manejo, assistência, vacinas, sanidade, nutrição, incubação, acompanhamento de resultados e normas e de saúde e segurança alimentar vigentes ligadas ao segmento da galinha caipira.

Foco na qualidade

As aulas serão ministradas pelos veterinários especialistas em Avicultura, Ronald de Lucca e Patrícia Alves Teixeira, do serviço de consultoria e certificação Mais Caipira, parceiros da Utramig e da Ferub.

“Atualmente, o segmento da Avicultura Alternativa, no qual se enquadram os pequenos criadores de galinhas caipiras, é muito carente de informações e acompanhamento qualificado”, observa Lucca. “Não somente Minas Gerais, mas em todo o Brasil, há uma grande dificuldade para qualificação e legalização da produção de galinhas caipiras”, acrescenta.

Com o curso, a expectativa da equipe é conseguir qualificar os produtores rurais para a criação de galinhas caipiras e que essa qualificação se reflita em aves de melhor qualidade para consumidor, menor custo de produção, diminuição dos prejuízos, por falhas de manejo, alimentação e vacinação das aves.

“Os benefícios serão muitos e trarão uma maior sustentabilidade aos pequenos produtores, principalmente ao segmento de criação de galinhas caipiras em nossa região”, aponta o veterinário. “Este curso em conjunto com a Utramig é um grande passo para que esse processo se desenvolva de uma forma transparente e técnica na região, e que o Triângulo Mineiro venha a se tornar, em breve, referência em criação de aves caipiras pela qualidade das suas aves e eficiência produtiva”, conclui Lucca.

Outros destaques da programação

Outros cursos gratuitos também estão na programação da Utramig Uberlândia e acompanham as tendências e demandas locais. Confira a seguir:

• Animação e Computação Gráfica 3D (36 horas/aula, uma turma, 23 vagas)

Turma única: 4 de fevereiro a 19 de março, das 7h30 às 14h30

Observação: Curso partiu de uma proposta de inovação da coordenação de Informática do Pronatec. Os alunos são capacitados para desenvolver técnicas de Animação 3D, como modelagem de objetos em 3D, texturização 3D e produção de curtas e longas metragens de animação 3D, além de passar a ter um olhar crítico sobre produções visuais no qual essas técnicas são utilizadas.

• Brigadista (20 horas/aula, duas turmas com 40 alunos cada)

1ª turma: 5 de fevereiro a 12 de março, das 7h30 às 14h30

2ª turma: 5 de fevereiro a 12 de março, das 14h30 às 18h30

Observação: Fruto de uma parceria com o Corpo de Bombeiros, o curso leva em consideração as demandas locais, como a de empresas que são obrigadas, por lei, a ter brigadistas de incêndio habilitados em seus espaços. O curso, ministrado pelos bombeiros, prepara os discentes para a identificação de riscos ambientais, atuando como agentes multiplicadores, valorizando a prevenção e agindo com eficiência em situações de emergências.

•Manipulação de alimentos (40 horas/aula, duas turmas de 40 alunos cada)

1ª turma: 5 a 23 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 7h20 às 12h30;

2ª turma: 5 a 25 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 18h20 às 22h20.

Observação: Realizado para os funcionários de restaurantes, cantinas, bares e lanchonetes ou por responsáveis desses estabelecimentos para a capacitação dos funcionários, donas de casa, empregados domésticos, cuidadores também podem melhorar suas práticas domésticas de preparo e armazenamento de alimentos realizando esse treinamento.

• Reciclagem de manipulação de alimentos (20 horas/aula, uma turma, 40 vagas)

Turma única: 5 de fevereiro a 12 de março, das 7h20 às 14h30

Observação: O curso de Manipulação de alimentos tem validade de dois anos, conforme os parâmetros da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Dessa forma, há a necessidade de atualização/reciclagem para as formas seguras de preparo de alimentos.

• Jardinagem (24 horas/aula, uma turma, 40 vagas)

Turma única: 5 a 18 de fevereiro, das 7h20 às 12h30

Observação: A realização será no município de Nova Ponte/MG, com inscrições na câmara municipal (Praça dos 3 Poderes, 1000, Centro). Um dos objetivos do curso é contribuir para a complementação de renda dos participantes pela via da prática em jardinagem.

• Cuidador de Idosos (40 horas/aula, uma turma, 40 vagas)

Turma única: 5 a 19 de fevereiro, das 18h às 22h

Observação: Este curso prepara os alunos para os seguintes tópicos: Cuidar, qualificação multidisciplinar, atividades para a vida prática, conhecimento de aspectos do processo de envelhecimento, debate sobre maus tratos, conhecimento de primeiros socorros e sexualidade na terceira idade. A Utramig confirma que muitos alunos de outras turmas já estão fazendo estágio nos lares de idosos e instituições locais.

• Diagramação e Editoração (30 horas/aula, uma turma, 23 vagas)

Turma única: 5 a 19 de fevereiro, das 7h20 às 12h30

Observação: Nesta disciplina o aluno desenvolve competências básicas para o mercado de trabalho. São abordados tópicos como: Diagramação e editoração de Jornais, Revistas, Livros e tudo mais que se relaciona com definição e elaboração de espaço de forma ordenada. É uma alternativa, inclusive, para jornais comunitários.

Informações sobre vagas disponíveis e outros detalhes devem ser verificados com a Utramig Uberlândia. A unidade está localizada na Rua Souza Costa, 20, Tabajaras. O telefone de contato é o (34) 3210-6546 e o e-mail faleconosco@utramig.mg.gov.br.

Atuação da Utramig

Desde o início do governo Fernando Pimentel, a Utramig já realizou mais de 20 cursos de qualificação em 11 dos 17 Territórios de Desenvolvimento de Minas Gerais, seguindo as diretrizes da atual gestão de regionalização e responsabilidade social. Até o fim de 2015, foram mais de 1.200 estudantes, somando-se cursos técnicos e de qualificação.

Diversas parcerias também vêm sendo realizadas, como forma de viabilizar a expansão da instituição, com foco no ensino profissionalizante gratuito e de qualidade, tanto técnico, como de qualificação e de extensão.

Fonte: Agência Minas