Leite

Crise deve poupar segmento de leite longa vida no país

A crise na economia brasileira – que já vive um cenário de aumento do desemprego – não deve afetar o consumo de leite longa vida (ou UHT) no país este ano, avalia Cesar Helou, novo presidente da Associação Brasileira de Leite Longa Vida (ABLV), que acaba de assumir o cargo.

Por se tratar de um produto básico, que está praticamente todos os dias na mesa dos brasileiros, e de baixo valor, seu consumo deve ser poupado. Diferentemente de outros itens lácteos mais caros. A expectativa da ABLV é que o crescimento da demanda seja semelhante à vista no ano passado, quando a produção de leite longa vida somou 6,6 bilhões de litros, um aumento de 3,4% sobre 2013. “Deve crescer algo parecido com isso ou perto disso”, projetou, em entrevista ao Valor. A estimativa é de que esse mercado tenha movimentado cerca de R$ 15 bilhões no ano passado.

Leia o conteúdo na integra no site da Scot Consultoria.

Fonte: Scot Consultoria