Milho

Crise de abastecimento de milho para ração animal terá fim em 2017, acredita ABPA

Publicado em 16/12/2016

A escassez de milho que o mercado brasileiro vivenciou em 2016 não deve se repetir em 2017. Segundo Francisco Turra, presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), as estimativas da safra 2016/2017 no Brasil e em outros países produtores do cereal tranquilizam o mercado brasileiro. Segundo ele, não existe receio sobre a falta de insumos como o milho e o farelo de soja. “Vamos ter milho para abastecimento interno e exportação”, afirma Turra.

As cotações do cereal, que ultrapassaram R$ 60 por saca de 60 quilos nos meses anteriores, encerram o ano em patamares mais baixos. Segundo o Indicador do milho ESALQ/BM&FBOVESPA, na segunda-feira (12/12), a saca estava sendo negociada por R$ 38,36. De acordo com o presidente da ABPA, a oferta de milho do Paraguai e da Argentina, além da autorização de importação do cereal dos Estados Unidos, também solucionam a crise. “Deverão reduzir a pressão sobre a cotação do insumo no próximo ano”, diz Turra.

Leia a notícia na íntegra no site Successful Farming BR

Fonte: Successful Farming BR