Notícias

Cooperativas buscam registro junto à Ocepi

Teresina (24/2) – Nos últimos 30 dias, 11 cooperativas e uma cooperativa central, assessoradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Piauí (Sescoop/PI), protocolaram solicitação de registro provisório por meio do Programa de Orientação Cooperativista (POC). A Central Casa Apis reúne mais de dez cooperativas exportadoras de mel para Estados Unidos e Europa, além de atender ao crescente mercado interno.

O registro das cooperativas piauienses é emitido pelo Sindicato e Organização das Cooperativas do Piauí (Ocepi). Ao inserir mais cooperativas no mercado de forma legalizada, a Ocepi contribui com o desenvolvimento econômico e social do estado.

Desde dezembro, duas cooperativas já estão com seus registros provisórios – a Cooperativa dos Profissionais da Música do Piauí (Capivara) e a Cooperativa Social dos Deficientes Físicos, Sensoriais, Mentais e Outros de Picos (Coodesfis). Esta cooperativa visa ao trabalho de capacitação de seus cooperados para o mercado de trabalho. Somente na região de Picos, há cerca de 17 mil pessoas com necessidades especiais.

VANTAGENS – Dentre as vantagens do registro de uma cooperativa, estão a inserção no sistema cooperativista nacional, juntamente com as demais organizações estaduais, contar com orientações pertinentes às áreas técnica, jurídica, administrativa, financeira e contábil, promover a intercooperação, ou seja, a troca de tecnologias, produtos e serviços entre as cooperativas registradas, além de participar de treinamentos e capacitação para dirigentes, cooperados e empregados.

POC – é um programa voltado a grupos interessados em constituir cooperativas. Sua proposta é garantir conhecimento a grupos interessados em saber mais sobre a doutrina, princípios, valores e características de uma sociedade cooperativista. O programa também atende a grupos organizados em forma de cooperativa com o intuito de trazê-las para o sistema cooperativista.

Fonte: GP1 – Teresina/PI