Notícias

Cooperativa fecha primeira exportação de milho para os Estados Unidos

Publicado em 09/10/2015

Nesta quarta-feira (07.10), a Cooperativa Coamo, com sede em Campo Mourão (PR), anunciou a primeira venda de milho em grão para os Estados Unidos. Segundo o presidente da cooperativa, José Aroldo Gallassini, o negócio foi realizado com uma importante empresa da cidade de Wilmington, localizada no estado norte-americano da Carolina do Norte. Com isso, no mês de julho de 2016, a Coamo embarcará um navio com 54 mil toneladas de milho em grão, venda CIF, onde se responsabiliza com todos os custos para colocar a mercadoria no destino. Anteriormente, a Coamo já havia exportado apenas farelo de soja para os EUA.

Oportunidade – Para Gallassini é um fato inédito, afinal, os Estados Unidos é um grande produtor de milho. “Diria que não é algo normal, mas quando o negócio é bom não podemos perder a oportunidade. A alta do dólar favoreceu essa negociação com a empresa americana”. O dirigente diz que a cooperativa foca sempre o mercado interno, onde o preço é melhor, mas que neste momento com o dólar valorizado foi possível realizar esta transação futura.

Alternativas – “Com certeza, uma oportunidade. Mas precisamos trabalhar para que o negócio com milho seja igual com soja, quando temos a opção de vender internamente ou exportar”, frisou. Atualmente, segundo informações da Conab, o Brasil produz 85 milhões de toneladas e o consumo gira em torno de 56 milhões de toneladas, “o excedente precisamos negociar e muitas vezes a melhor opção é exportar mesmo com preços baixos”, frisou o presidente da Coamo.

Grande corporação – Gallassini disse que a empresa compradora atua na área de ração e consome, anualmente, 5 milhões de toneladas de milho e abate cerca de 27 milhões de suínos por ano, ou 107 mil por dia. Possuí 46 mil funcionários e tem um faturamento de US$ 13 bilhões.

Fonte: Ocepar