Sanitário

Controle da hemorragia na castração de bovinos

Durante e após a castração dos bovinos podem surgir alguns problemas decorrente de complicações, uma delas é a hemorragia, que consiste em uma das complicações mais comuns, podendo ocorrer imediatamente ou após vários dias da cirurgia de castração.

A hemorragia acontece quando é utilizado o emasculador velho de maneira incorreta com pressão insuficiente ou quando o fio de sutura não é apertado adequadamente nascastrações feitas á faca. Assim, os animais podem chegar a óbito devido à anemia causada pela hemorragia.

As hemorragias intensas geralmente são resultados da artéria testicular, mas também podem ter como origem a lesão dos ramos da veia pudenda externa na parede escrotal ou no septo, quando é rompido acidentalmente, ou no músculo cremáster externo seccionado.

O controle da hemorragia pode ser feito pelo cordão espermático, exposto, pinçado e ligado no pós-operatório imediato. Dependendo do caso, o cordão espermático pode retrair para dentro do abdome, o que dificulta a detecção da hemorragia no pós-operatório.

Os primeiros sintomas apresentados pelos animais que apresentam hemorragia são: hiperpnéia, taquicardia, membranas mucosas pálidas, ataxia, pulso fraco e pobre distensão da jugular.

 

Fonte: Conhecer