Cana de Açúcar

Conab define padrões de qualidade para novos produtos

27/07/2016

A Superintendência de Fiscalização de Estoques da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elaborou padrões de qualidade para quatro produtos especiais: açúcar mascavo, açúcar demerara, rapadura e polvilho doce para tapioca. A ação define limites de aceitabilidade para que tais produtos possam ser adquiridos da agricultura familiar pelo governo federal.

A idéia é que tais alimentos sejam comprados por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e, em breve, passem a compor as cestas de alimentos que são regularmente distribuídas pelo governo federal a famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional em todo o país.

Para isso, os produtos devem obedecer a especificações mínimas. O açúcar do tipo mascavo o teor mínimo exigido para sacarose é de 90%, enquanto para o tipo demerara o índice mínimo a ser considerado é de 96%. Para a rapadura os glicídios totais dever ser de no mínimo 80% e o máximo de 6% para o teor de cinzas. Já para o polvilho doce é necessário ter, entre outras características, amido mínimo de 80% e umidade máxima de 14%.

Na elaboração dos padrões, os técnicos da Conab consideraram a legislação aplicada à classificação de produtos de origem vegetal vigente no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e também os instrumentos normativos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

A padronização atende solicitação do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) e de Entidades do setor.

Fonte: Conab – Companhia Nacional de Abastecimento