Pecuária

Com recuo da oferta e retomada da demanda após o carnaval, expectativa é de melhora nos preços do leite pago ao produtor

Publicado em 01/02/2018

Leite ao produtor tem mais um mês de queda e preços estão quase 7% menores que no mesmo período do ano passado

Os preços do leite ao produtor registraram queda no pagamento de janeiro, referente ao leite entregue em dezembro. Por outro lado, teve um aumento na produção do leite nos estado de São Paulo, Goiás e Minas Gerais que colaboraram com a pressão de baixa.

O zootecnista da Scot Consultoria, Rafael Ribeiro de Lima, destaca que nos últimos três meses foi de demanda fraca, mas a expectativa é de melhora após o carnaval. “Em função de cenário econômico e político tivemos uma demanda reduzida no ano passado. No final do ano, a demanda do mercado interno é menor devido às festas de fim de ano e férias escolares”, afirma.

De acordo com o levantamento da Scot Consultoria, o produtor recebeu R$ 1, 027 por litro, sem o frete. Se comparado com o mesmo período do ano passado, foram 6,8% a menos. Já a média nacional destaca que o preço do leite ao produtor caiu 1,0% no pagamento realizado em janeiro e remunera o leite entregue em dezembro de 2017.

“A margem foi bastante apertada devido às quedas consecutivas no segundo semestre e as indústrias que trabalharam com margens negativas, em especialmente produtos como longa vida, queijo mussarela e queijo prato”, diz.

Contudo, os pagamentos referentes à produção de janeiro, 64,0% dos laticínios pesquisados pela Scot Consultoria acreditam em estabilidade do preço do leite ao produtor, 22,0% falam em alta e 14,0% acreditam em queda no preço do leite frente ao pagamento anterior.

Leia mais:

>> Leite ao produtor em queda com demanda fraca e pico de produção em SP,MG e GO

Por: Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas