Café

CMN aprova a distribuição de recursos do Funcafé para 2015

Publicado em 08/06/2015

O orçamento do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) será de até R$ 4,136 bilhões distribuídos em linhas de crédito para financiamentos de apoio ao setor cafeeiro, conforme a Resolução nº 4.414, de 2 de junho de 2015, do Conselho Monetário Nacional (CMN).

De acordo com a Resolução do CMN, serão destinadas para as operações de crédito de custeio até R$ 950 milhões; para estocagem, R$ 1,506 bilhão; para financiamento para aquisição de café (FAC), R$ 750 milhões; para financiamento de contratos de opções e operações em mercados futuros, R$ 10 milhões e para recuperação de cafezais danificados, R$ 20 milhões.

Também foram aprovados recursos para o financiamento de capital de giro para as indústrias de café solúvel de até R$ 200 milhões. Já para as indústrias de torrefação de café, até R$ 300 milhões, e para as cooperativas de produção, R$ 400 milhões.

Aviso de contratação

As instituições financeiras integrantes do Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR) que tiverem interesse atuar como agentes financeiros na aplicação e administração de recursos do Funcafé, nas linhas de crédito mencionadas na Resolução CMN nº 4.414, de 2 de junho de 2015, deverão encaminhar até o dia 10 de junho de 2015, formalmente, proposta de contratação dos recursos à SPAE/Mapa no endereço: Esplanada dos Ministérios, Bloco “D”, 7º andar, Edifício Sede, CEP:70.043-900 – Brasília – DF. O aviso de contratação foi publicado no DOU dessa quarta-feira (03).

Novo diretor

O engenheiro agrônomo e mestre em Agronomia, Eduardo Sampaio Marques, foi nomeado como novo diretor do Departamento do Café (DCAF) do Mapa. A publicação foi divulgada no Diário Oficial da União (DOU) dessa quarta-feira (03).

“Estou muito honrado em ter sido nomeado para este cargo, tendo em vista a importância do café para o Brasil em termos de geração de emprego, renda e divisas. Espero poder contribuir para que o país possa ocupar um espaço ainda maior na cafeicultura mundial”, afirmou.

Marques possui experiência de mais de 17 anos no serviço público na carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental. Já trabalhou em diferentes funções na Secretaria de Relações Internacionais e na Secretaria de Política Agrícola do Ministério, e na Câmara dos Deputados.

Fonte: Mapa