Pecuária

Clima beneficia pastagens e rebanho gaúchos

Publicado em 11/11/2011 15:07
Com a entrada da primavera, os campos nativos do Rio Grande do Sul apresentam bom desenvolvimento vegetativo, em razão da boa distribuição das chuvas e elevação das temperaturas dos últimos dias. As pastagens cultivadas perenes e anuais de verão já implantadas também foram beneficiadas pelas condições climáticas favoráveis do período. Continuam os trabalhos de implantação das pastagens anuais e perenes de verão, especialmente milheto, sorgo forrageiro e tifton, assim como a realização de tratos culturais e implantação de lavouras de milho destinadas à silagem.
Devido às temperaturas amenas e à baixa umidade, o rebanho bovino apresenta bom estado sanitário, mas já começa a aumentar a ocorrência de carrapato e mosca do chifre. Por outro lado, as condições nutricionais dos animais não têm apresentado alterações significativas, pois as plantas forrageiras naturais apresentam boa massa verde, com vigoroso rebrote, restabelecendo suas condições de pastejo. Nas principais regiões produtoras de leite do Estado, apesar da falta de chuvas mais intensas, os solos ainda possuem umidade suficiente para o desenvolvimento das pastagens perenes e anuais de verão. Muitas áreas implantadas com forrageiras já estão sendo utilizadas, melhorando a oferta de pasto para os animais. Além disso, os produtores estão utilizando silagem, concentrados proteicos e minerais, e rações como suplemento para aumentar a produção e produtividade do rebanho.

Fonte: Emater- RS
http://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/boi/98999-clima-beneficia-pastagens-e-rebanho-gauchos.html