Laranja

Citrus: Demanda dos EUA favorece exportação do BR

Publicado em 10/04/2015

 

As exportações brasileiras de suco de laranja se recuperaram em março, conforme mostram dados da Secex. Pesquisadores do Cepea indicam que o bom desempenho esteve atrelado ao aumento da demanda por parte dos Estados Unidos. Com expectativa de menor safra na Flórida, aquele país deve seguir comprando suco brasileiro, visando atender à procura doméstica, apesar da queda no consumo agregado. Além disso, também houve elevação nos embarques para a União Europeia, principal comprador do suco do Brasil.

Com relação ao mercado doméstico de laranja de mesa, os preços estão em queda. Segundo colaboradores do Cepea, a oferta de fruta de qualidade segue limitada e a entrada das precoces no mercado, ainda que em pequenos volumes, já tem pressionado as cotações. Na parcial desta semana (segunda a quinta-feira), a pera tem média de R$ 17,22/cx de 40,8 kg, na árvore, queda de 1,6% frente à anterior.

Já para a lima ácida tahiti, os valores têm subido, impulsionados pela maior demanda de atacadistas que precisam se abastecer. Isso porque, além de o feriado da semana passada ter aumentado a demanda, alguns produtores reduziram o volume colhido naquele período, devido à menor quantidade de dias úteis. Na parcial da semana, a tahiti tem média de R$ 10,02/cx de 27 kg, colhida, alta de 11,5% em relação à semana passada.

Fonte: Cepea