Pecuária

China é mercado em crescimento para a carne brasileira, diz Meirelles

10/09/13
O Brasil precisa produzir carne bovina em quantidade e em qualidade para atender à crescente demanda da China. Há uma década, o consumo per capita naquele país era de pouco mais de 5 kg de carne por habitante/ano. A perspectiva é subir para 15.8 kg/hab em 2020 e para 24 kg/hab em 2030.

A informação é de Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central e presidente do Conselho de Administração da J&F, que abriu nesta terça-feira a 6a Interconf – Conferência Internacional dos Confinadores, maior evento da pecuária intensiva do Brasil, que reúne mais de 800 produtores em Goiânia (GO).

“O posicionamento dos atuais governantes da China é muito claro: melhora o padrão de vida e o poder de compra dos chineses. Isso significa melhorar a base da alimentação. E as carnes em geral aparecem como componentes indispensáveis no cardápio. Em 2010, os chineses consumiram 82 kg de carnes/hab/ano. Em 2020, serão 112 kg/hab”, disse Meirelles para os pecuaristas.

As palavras do ex-presidente do Banco Central foram muito bem recebidas pelos produtores presentes à Interconf. “Ser pecuarista é ser um otimista. Vivemos do árduo trabalho no dia a dia e apostamos em perspectivas melhores para a cadeia da carne bovina. A união de todos os elos envolvidos – produtores, frigoríficos e varejistas – é essencial para o melhor resultado coletivo”, disse Eduardo Moura, presidente da Associação Nacional dos Confinadores (Assocon), entidade promotora da Interconf.

A 6ª INTERCONF – Conferência Internacional de Confinadores tem como tema princpail ‘O Confinamento de Precisão’, sob a ótica: Aumente o Peso do seu Negócio. O evento tem painéis até amanhã para discutir Segurança Alimentar, Flexibilidade de Produção para Abrir Mercados, Cadeia Produtiva e Confinamento de Precisão. Na 5ª feira (12.09), está programada visita ao Confinamento Fazenda Mirante, pertencente ao grupo GT Agronegócios, em Nerópolis (GO).

Conheça e acompanhe toda a programação e os procedimentos para a inscrição online por intermédio do endereço eletrônico www.interconf.org.br

Fonte: Agrolink