Suinos

Carne suína na pauta da PGPM

04/02/2014

 

Proposta de preço mínimo para o produto deve ser analisada na próxima reunião do Conselho Monetário Nacional, segundo secretário

O preço pago aos produtores pelo quilo de carne suína teve variação significativa nos últimos anos e frequentemente esteve abaixo do custo de produção, o que suscitou medidas emergenciais do governo federal.

Para este ano, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) fez a proposta de inclusão da carne suína na pauta dos produtos amparados pela Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), a partir de março, mês que historicamente se acentua a queda de preços recebidos pelos produtores, com pico de baixa em junho e julho. A proposta tem como base os custos variáveis de produção estimados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

“A proposta de preço mínimo da carne suína está no Ministério da Fazenda desde a semana passada e deve ser analisada na próxima reunião do Conselho Monetário Nacional”, destacou o secretário de Política Agrícola do Mapa, Neri Geller, que disse ainda estar na expectativa de que a proposição seja aprovada.

 

Fonte: Min. da Agricultura, Pecuária e Abastecimento