Variedades

Caracterização de sementes de mamona em diferentes faixas de peso

Sementes de mamona da cultivar BRS 149 Nordestina foram separadas em quatro faixas de peso e dentro de cada faixa se determinou o volume, densidade, percentual de emergência, crescimento e desenvolvimento inicial. O volume foi medido mergulhando-se as sementes em uma proveta, medindo-se o volume de água necessário para preencher o recipiente. As sementes foram então plantadas em vasos plásticos de 10 litros. Aos 20 dias após o plantio, registrou-se o número de plantas emergidas, número de folhas, altura, área foliar e peso da parte aérea. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições. Em cada vaso, utilizou-se o valor médio de todas as plantas como valor da parcela. Detectou-se que o volume e a densidade variam de acordo com o peso da semente, mas a relação não é linear. Sobre característica ligadas ao desenvolvimento (percentual de emergência e número de folhas) não se detectou influência do peso da semente, no entanto, houve efeito sobre as características ligadas ao crescimento (área foliar e peso da parte aérea).

Fonte: biodieselbr.com