Pecuária

Capim Piatã

Vantagens do Piatã

O capim-piatã é uma forrageira adaptada a solos de media e boa fertilidade das zonas tropicais brasileiras onde outras espécies de Brachiaria brizantha, como os capins marandu e xaraés, são largamente usadas. Suas qualidades de forrageira foram comprovadas por estudos e avaliações realizadas em diversas regiões pecuárias do Brasil e apresenta comportamento e produtividade que se assemelham àquelas duas cultivares mencionadas, porem com características diferenciadas em diversos aspectos, o que a torna uma importante alternativa para a diversificação de pastagens.

  • Sua floração é mais precoce, nos meses de janeiro e fevereiro, permitindo a recuperação das plantas e a produção de forragem de boa qualidade no final do período de chuvas;
  • Seus colmos são mais finos e facilmente aproveitados pelo animal, o que favorece o consumo de forragem disponível ou reservada para a seca.
  • Tem mais resistência às cigarrinhas típicas de pastagens que o capim-xaraés, ainda que, como as demais brizantas, sofra danos com a cigarrinha-da-cana, comum na região Norte do Brasil;
  • Não é tão sensível a solos com má drenagem quanto o capim-marandu;
  • Consorcia-se muito bem com o estilosantes Campo Grande;
  • É uma boa alternativa para integração lavoura-pecuária por ter seu crescimento inicial mais lento que os capins xaraés e marandu e por suas características favoráveis de manejo, arquitetura de planta e acumulo de forragem no período seco.

Fonte:
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Corte
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

http://www.portalruralsoft.com/manejo/manejoExibe.asp?id=242