Café

Café: comissão técnica e câmara setorial discutem o agronegócio e propostas para o setor

20/04/15
Aconteceu na última terça-feira (14.04) uma reunião conjunta entre a Comissão Técnica do Café e a Câmara Setorial de Café. O evento foi realizado no Centro Apta-Café, nas dependências da Fazenda Santa Elisa do Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e contou com a presença do secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA), Arnaldo Jardim; do presidente da Câmara Setorial, Nathan Herszkowitz; do coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), Orlando Melo de Castro e de Celso Vegro, pesquisador do Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta/SAA), entre outros.

O secretário Arnaldo Jardim destacou a importância da lavoura cafeeira para o desenvolvimento econômico paulista e para a história do IAC e demonstrou o orgulho que sente em reconhecer a contribuição da pesquisa científica para o Agronegócio Café do Brasil. Após estas colocações, Celso Vegro abordou o papel da Comissão Técnica do Café e sua interface com a Câmara Setorial, finalizando sua intervenção com propostas para o segmento, entre as quais se destacam o realinhamento pesquisa-extensão, a construção de um programa para a cafeicultura paulista e a articulação para o lançamento de produtos e inovações capazes de gerar impactos substantivos no setor.

Encerrada a apresentação, Arnaldo Jardim ressaltou a importância da elaboração desta agenda propositiva, pois “sua principal missão dentro da Secretaria de Agricultura é buscar conexões e encurtar distâncias para superar os obstáculos que a pesquisa enfrenta”. Com relação à elaboração de um programa estruturante para a cafeicultura paulista, Jardim afirmou que será importante inclusive para a mobilização da Câmara Setorial e que, embora a história da pesquisa em Café seja muito expressiva, em sua passagem pela SAA pretende incrementar a integração interna, compatibilizar agricultura e meio ambiente e fomentar  as parcerias.

Os componentes da Comissão Técnica do Café e da Câmara Setorial consideraram a participação do secretário Arnaldo Jardim positiva e acreditam que a agenda propositiva do agronegócio do Café deve avançar bastante em 2015.

Agrolink com informações de assessoria