Café

Café arábica da Colômbia dá sinais de que já sente os efeitos do aquecimento global.

Globo Rural

Rumo ao sul

O café arábica da Colômbia dá sinais de que já sente os efeitos do aquecimento global. A informação foi divulgada pela Cabi, um grupo de pesquisa britânico especializado em agricultura e meio ambiente.

A entidade avaliou que as chuvas em demasia nas áreas produtoras irão prejudicar a colheita, prevista em 9 milhões de sacas de 60 quilos. Os cafezais precisam da mistura certa de temperatura, chuva e períodos de seca para que as cerejas cresçam e mantenham o sabor típico.

O Brasil, cuja colheita foi de 48,1 milhões de sacas na safra 2009/2010, já recebeu seu alerta sobre os danos causados pelas mudanças climáticas tempos atrás. Os estudos da Embrapa Informática Agropecuária, em parceria com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), revelaram que várias culturas seriam afetadas.

O café arábica, que corresponde a quase 80% da produção nacional, é uma das que mais sentirão a alta das temperaturas, com risco de os plantios necessitarem migrar para áreas de clima mais ameno, como a região sul do país.

Fonte: http://www.revistacafeicultura.com.br/index.php?tipo=ler&mat=39133&cafe-arabica-da-colombia-da-sinais-de-que-ja-sente-os-efeitos-do-aquecimento-global-.html