Brasil importou 2,1 mi/ton de fertilizantes em julho

03/09/2018

Um levantamento produzido pelo GlobalFert indica que o Brasil importou cerca de 2,1 milhões de toneladas de fertilizantes em julho, um aumento de 11% em comparação com o mês anterior. De acordo com o GlobalFert, em junho, o volume importado 1,9 milhões de toneladas.

De acordo com o levantamento, a importação de fertilizantes nitrogenados caiu cerca de 20% em julho, quando comparado com o mês anterior. Ao mesmo tempo, o volume dos fosfatos e do Cloreto de Potássio teve um aumento de 75% e 0,1% respectivamente, entre julho e junho.

“O principal porto de entrada de fertilizantes em julho foi o Porto de Paranaguá responsável por 25,1% do total de importações de fertilizantes seguido Porto de Rio Grande com 20,5% e pelo Porto de Santos com 12% do volume”, informa o comunicado.

Nesse cenário, o GlobalFert informou que o preço dos fertilizantes MAP importados sofreu uma queda de 1,4% no mês de julho, em relação ao mês anterior. “O preço do MAP importado em dólar, foi US$ 431/ton CFR em julho, aumento de 1,4% em relação a junho. Em comparação ao mesmo período de 2017, o preço do insumo está 12,2% maior”, disse o GlobalFert em um comunicado nos eu site.

Quanto ao MAP, a oferta foi maior no mês de julho devido à demanda reduzida de países consumidores do produto, como EUA, Índia e Paquistão. Nesse cenário, os Estados Unidos encerraram as compras de fertilizantes para a safra de milho e se voltaram para a exportação com a chegada do outono.

“Os norte-americanos são grandes produtores de MAP e em 2017 foram o 2º maior exportador para o Brasil, com mais de 820 mil toneladas do produto”, finaliza o informe.

Fonte: Agrolink