Curiosidades

Brasil deverá ter uma safra de 200 mil toneladas de cacau neste ano

13/04/2017

Nos últimos anos, a produção de cacau vem se estabilizando em torno de quatro milhões de toneladas por ano, chegando a 4,3 milhões batidos duas vezes na última década.  Atualmente o Brasil é o 6º produtor de cacau, e durante muitas décadas se manteve como um dos três maiores do mundo.  Neste ano a safra deve chegar a 200 mil toneladas, em comparação a ultima, considera-se uma melhora, que atingiu 150 mil toneladas. O que promete um reaquecimento no mercado para a indústria do chocolate é o principal feriado para este setor: a páscoa.

Conforme Eduardo Brito Bastos, Diretor Executivo da Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC) há um plano robusto de crescimento, para voltar ser o 3º maior produtor mundial, com aproximadamente 400 mil toneladas de amêndoas por ano, mais que o dobro da produção média dos últimos anos.

Entre os brasileiros, 63% possuem o hábito de presentear com chocolates nesta data. Os dados fazem parte de recente pesquisa do IBOPE encomendada pela ABICAB — Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados. Com base nesse comportamento do consumidor nacional é que as indústrias de chocolate a cada ano desenvolvem produtos inovadores. “Para a edição deste ano, serão cerca de 120 lançamentos e a certeza de que o consumidor também encontrará os ovos das marcas favoritas. Com isso, a lembrança de bons momentos e alegria na tradicional troca de presentes está garantida”, destaca Afonso Champi, vice-presidente de chocolate da ABICAB.

Para a Páscoa deste ano, no período de outubro de 2016 a março de 2017, a Abicab estima que as indústrias e lojas especializadas devem gerar cerca 25 mil empregos temporários em todo Brasil.  “Os números confirmam o compromisso das indústrias de chocolate em gerar emprego e investimento, contribuindo para o reaquecimento da economia do país”, analisa Ubiracy Fonseca, presidente da Associação.

Com um consumo per capita de 2,5 kg/ano, o Brasil é o 5º maior consumidor de chocolate do mundo, gerando, em 2015, um faturamento de R$ 12,4 bilhões. “Cremos que 2017 será um ano bem melhor do que 2016 para o nosso setor e portanto, em âmbito de recuperação, esperamos voltar a crescer”, completa Ubiracy Fonseca.

Fonte: Agrolink