Notícias

BOM JESUS: Cooperativa cresce 12% e inicia processo de industrialização

19/02/2015

No segundo semestre de 2015, entrará em operação a fábrica de rações da Bom Jesus, investimento de R$ 8,5 milhões que marcará o início do processo de industrialização da cooperativa, com sede no município da Lapa, na região metropolitana de Curitiba. Segundo o presidente da Bom Jesus, Luiz Roberto Baggio, a expansão da cooperativa acontece de forma planejada e gradual, aprimorando a estrutura e os serviços prestados aos cooperados. “A indústria deverá ser inaugurada até setembro e vai produzir, num primeiro momento, ração para bovinos de leite e corte, além de equinos. A fábrica, de alta tecnologia, irá gerar cerca de 20 empregos diretos”, explica. De acordo com o dirigente, que visitou a sede do Sistema Ocepar na tarde de quarta-feira (19/02), tendo sido recebido pelo presidente João Paulo Koslovski, a Bom Jesus cresceu 12% em 2014, alcançando um faturamento de R$ 450 milhões. Fundada em 1952, a cooperativa tem 4.630 cooperados e cerca de 500 funcionários. Em 2014, a Bom Jesus criou a marca Fibra, que já estampa as sacarias de sementes e que estará nas embalagens de rações e suplementos minerais.

Investimentos – Segundo Baggio, além da inauguração da fábrica de rações, o planejamento para 2015, aprovado em Assembleia pelos cooperados, prevê ainda investimentos na melhoria das estruturas para o recebimento de culturas de inverno, em especial trigo e cevada, e ampliação da produção de sementes. “Embora a economia do país em 2015 esteja numa situação difícil, manteremos nossa política investimentos, buscando o crescimento gradual, mas planejado e firme”, diz o dirigente. “O foco será a expansão nas áreas de ração, culturas de inverno e sementes”, frisa.

Intercooperação – A Bom Jesus atua no recebimento de cereais – soja, milho, trigo, cevada e feijão -, na produção de sementes e, há três anos, iniciou também na pecuária de leite, num projeto de intercooperação com as cooperativas Castrolanda e Batavo. “Nesse segmento, atuamos no fomento e organização da cadeia produtiva e enviamos a produção da região para as plantas industriais das cooperativas parceiras”, explica Baggio. Em 2014, a Bom Jesus criou a marca Fibra, que já estampa as sacarias de sementes e que estará nas embalagens de rações e suplementos minerais.

Fonte: Cooperativa Bom Jesus