Pecuária

Boi gordo: mercado de lado e exigindo mais atenção do pecuarista

Publicado em 08/12/2016

Não há tendência definida no mercado do boi gordo. Para o pecuarista que for negociar, é preciso observar diariamente o comportamento dos preços.

Onde a escala evolui razoavelmente em um dia, ou as vendas não foram como esperado, as indústrias “colocam o pé no freio” e tentam comprar por preços menores, o que não indica, necessariamente, que no dia seguinte não possam a ofertar acima da referência.

O comportamento do mercado, com praças com reajustes positivos e outras em baixa é resultado deste cenário.

Isso se dá em função de tudo estar muito ajustado. Não há oferta de boi em abundância e, em algumas regiões, chega a faltar matéria-prima, mas a demanda atual não torna essa situação preocupante para os compradores.

Em São Paulo, tudo muito alinhado entre R$150,00/@ e R$151,00/@, à vista, para as indústrias que realmente têm “interesse” de comprar no mercado spot. As que não precisam de boiadas, e somente completam as escalas com compra no mercado físico, ofertam até R$2,00/@ a menos.

Fonte: Scot Consultoria