Boi gordo: A oferta de boiadas terminadas é pequena

20/06/13
A estabilidade da maioria das praças pecuárias mostra o cenário de dificuldade para alongar as escalas. Ao mesmo tempo, existe grande dificuldade para escoar a produção, o que faz com que os frigoríficos resistam em pagar mais pela arroba.

A “desova” de animais de pasto vem diminuindo. As boiadas de confinamento são poucas e ainda não exercem nenhum impacto sobre o mercado.

Não há especulação no mercado. A disponibilidade de animais não permite.

Em São Paulo, as ofertas de compra estão bem heterogêneas, de R$96,00/@, à vista até R$99,00/@, nas mesmas condições.

Nos preços menores, não há negócios. Estas ofertas de compra geralmente são de indústrias que completam grande parte de suas programações com boiadas de outros estados.

Existem negócios pontuais de R$1,00 acima da referência a prazo, que está em R$100,50/@.

Em Goiânia há boiadas sendo compradas por R$92,00/@, a prazo.

No mercado atacadista houve queda de preços para o boi casado de animais castrados. A demanda está fraca.

Fonte: Agrolink